Filho de Tom Hanks causa revolta em rede social

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

O filho de Tom Hanks, Chet, participou de uma conversa no novo aplicativo social Clubhouse, na qual ele defendeu suas imitações polêmicas de um sotaque jamaicano.

O aspirante a rapper causou revolta por causa de uma série de vídeos em que parecia imitar o dialeto jamaicano.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Em janeiro, ele foi acusado de apropriação cultural após dar a seu pai – que foi indicado ao Oscar por seu papel principal em Um Lindo Dia na Vizinhança – um elogio usando o sotaque.

No entanto, ele continuou a usá-lo em vídeos, incluindo um em novembro, onde foi visto celebrando a vitória de Joe Biden nas eleições presidenciais dos Estados Unidos.

Hanks Jr, que também atende pelo nome de rapper Chet Haze, desde então parece ter participado de um debate sobre o sotaque no Clubhouse, uma rede social baseada em áudio onde as pessoas podem participar de diferentes discussões em várias “salas”.

Grande controvérsia

Uma usuária do Twitter postou um clipe da conversa, onde o filho de Tom Hanks foi ouvido sendo questionário por pessoas negras na mesma sala de chat.

“Gente, é realmente tão simples quanto isso”, disse Hanks.

“Se eu assistir a um monte de filmes de gângster ingleses e sair por aí, pedindo um café no Starbucks e eu estiver com meu amigo e eu falar com um sotaque britânico, isto não mexe com os ingleses.”

Embora várias pessoas tentassem explicar ao filho de Tom Hanks que os ingleses não enfrentaram a opressão como os jamaicanos, ele se recusou a recuar.

Uma pessoa aparentemente o acusou de usar “blackface verbal”.

O clipe postado no Twitter não revela como o debate terminou, mas o nome de Hanks foi tendência no Twitter enquanto as pessoas o criticavam por não entender por que seu uso do sotaque é problemático.

“A conversa de Chet Hanks é um privilégio branco em ação. Ele pode ir para o inferno e levar cada pessoa desorientada que está defendendo-o”, escreveu o ator e escritor Kelechi Okafor.

“A ironia de Chet Hanks usar sua voz calma e ‘branca’ para defender o uso do dialeto e do sotaque jamaicano. Se essa é a sua voz, use-a o tempo todo, cara”, disse um usuário do Twitter.

https://twitter.com/ore_xoxo/status/1334339766167465984
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio