Igreja polêmica de Tom Cruise rebate alegações de atriz

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Tom Cruise chamou a atenção do mundo ao explodir com dois membros do elenco de Missão Impossível 7 e a atriz Leah Remini alegou que isso tudo foi uma manobra publicitária, comum à Igreja da Cientologia, da qual Cruise faz parte.

Agora, a própria Igreja da Cientologia emitiu um comunicado, respondendo as alegações de Remini.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

A atriz disse que tudo poderia ter sido resolvido de forma privada e profissionalmente. “Tom provavelmente viu isso como uma oportunidade de aparecer no auge da sua força”. Ela disse que isso é comum na Cientologia.

A Igreja de Tom Cruise eventualmente respondeu tais alegações, alegando ter ajudado muito na prevenção contra a COVID-19.

“A Igreja da Cientologia fez mais que qualquer outra instituição religiosa em promover a prevenção contra a COVID-19 ao redor dos EUA e no mundo todo. Muito antes das diretivas “fique em casa”, a Igreja tomou ações agressivas para prevenir o alastramento do vírus”, começa a declaração.

“O líder da Igreja agiu bem antes da curva. Remini é uma fonte não confiável, que ataca a Cientologia por publicidade e dinheiro – como ela própria admitiu”.

Repercussão da explosão de Tom Cruise

O áudio vazado de Tom Cruise gritando com membros da equipe de Missão Impossível 7 ainda gera consequências. Ao menos cinco funcionários do longa tomaram uma atitude após a situação se tornar pública.

O The Sun afirma que cinco funcionários pediram demissão após o discurso de Tom Cruise. A situação teria sido o limite para esses membros da equipe.

No áudio vazado, se percebe que o astro de Missão Impossível está irritado. O ator pede que a equipe respeite com rigor às normas para proteção contra o coronavírus (COVID-19).

Tom Cruise cita que o filme não pode ser interrompido por conta disso. Em outro momento, ameaça demitir quem desrespeitar as regras novamente.

“A primeira explosão foi grande, mas as coisas não se acalmaram desde então. A tensão vem crescendo há meses e este foi o limite. Desde que se tornou público, houve mais raiva e funcionários saíram”, afirma o The Sun.

O jornal garante ainda que Tom Cruise também está esgotado com toda situação.

“Tom simplesmente não aguenta mais depois de todos os esforços que eles fizeram para continuar filmando. Ele está chateado que os outros não estão levando tão a sério quanto ele. No final, é ele quem carrega o fardo”, completa a publicação.

Publicamente, Tom Cruise e a produção de Missão Impossível 7 não se pronunciaram.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio