Lindsay Lohan e outra estrela mirim da Disney brigaram por causa de namorado

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Lindsay Lohan destruiu a maioria de seus relacionamentos nos anos 2000 como um furacão, deixando para trás um rastro de amizades descartadas.

Existem aqueles que ainda guardam algum ressentimento em relação à ex-estrela da Disney, como Paris Hilton, que disse em 2018 que Lohan é “uma daquelas pessoas em quem simplesmente não confio”.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Existem, entretanto, pessoas como Hilary Duff, que parecem ter se dado bem com Lohan mais uma vez. Isso não significa que sua rivalidade não tenha sido intensa. Antes de Lindsay Lohan abandonar completamente sua imagem de boa menina na Disney, ela e Duff se envolveram em uma rixa que era tão cativante quanto confusa.

Enquanto filmava Meninas Malvadas em 2003, Tina Fey disse: “Houve um dia em que ela tentou explicar a Amy [Poehler] e a mim sua rixa com Hilary Duff, mas não conseguimos resolver.”

A comediante lembrou à Entertainment Weekly: “Estávamos fingindo que poderíamos acompanhá-la.”

Qual foi a rivalidade que deixou Tina Fey tão perplexa? Continue lendo para descobrir a verdade sobre a rivalidade de Lindsay Lohan e Hilary Duff.

Grande rivalidade

A rivalidade entre Hilary Duff e Lindsay Lohan remonta a 2001. De acordo com o Buzzfeed, Duff conheceu Aaron Carter no set de Lizzie McGuire naquele ano.

“Eu estava namorando ela por um ano e meio”, disse Carter.

“Então eu fiquei um pouco entediado, então fui e comecei a conhecer Lindsay, namorar Lindsay.”

Lohan e Carter namoraram por apenas alguns meses, terminando quando Carter a traiu com outra pessoa.

Embora elas pudessem ter enterrado a história neste momento, percebendo que ambas foram traídas pelo mesmo cara, a rivalidade de alguma forma aumentou. De acordo com E! News, Duff retaliou aparecendo (possivelmente sem ser convidada) para a estreia de Sexta-Feira Muito Louca, estrelado por Lohan, em 2003.

Lohan então fez a mesma coisa na festa de Doze É Demais de Duff. Para ser justo, comparecer à estreia de um filme de alguém, mesmo sem ser convidada, não é a forma mais intuitiva de vingança. Em 2004, entretanto, Lindsay Lohan havia levado as coisas para o próximo nível.

Embora a era Carter da rivalidade tivesse acabado, Lindsay Lohan e Hilary Duff não estavam dispostas a enterrar a história.

Lohan apresentou Saturday Night Live e, durante seu monólogo, Rachel Dratch apareceu como uma caricatura nada lisonjeira de Duff, de acordo com o Access Hollywood.

Na mesma época, Lohan ligou para Chad Michael Murray – o ex-companheiro de elenco de Lohan em Sexta-Feira Muito Louca que, na época, estava fazendo A Nova Cinderela com Duff – para falar sobre Duff.

Murray não foi o único a ser arrastado para o meio da rivalidade; Joel Madden de Good Charlotte, que estava namorando Duff na época, ajudou a antagonizar o “lado Lohan”.

De acordo com a MTV, no Jingle Ball em 2004, o irmão de Lohan, então com oito anos, Cody, pediu um autógrafo a Madden. Assim que Duff disse a ele quem era o menino, Madden pediu para falar com a mãe de Lohan, Dina, e exigiu que sua filha se desculpasse com Duff. A interação trouxe lágrimas aos olhos de Cody.

Eventualmente, a rivalidade esfriou. Em 2007, a People relatou que as duas não eram apenas legais uma com a outra, mas também amigas.

“Nós duas somos adultas e o que quer que tenha acontecido, aconteceu quando éramos jovens”, disse Duff, acrescentando: “Acabou.”

Agora, se apenas Paris Hilton pudesse ver as coisas da mesma maneira, Lindsay Lohan ficaria contente.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio