Michael Jackson traiu amigo famoso e nunca mais falou com ele

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Michael Jackson teve algumas amizades famosas em Hollywood e no mundo da música. Porém, uma delas não acabou bem.

O Rei do Pop criou uma grande amizade com o eterno Beatle Paul McCartney. Nos anos 1980, essa relação se tornou uma parceria musical de sucesso.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

A dupla lançou músicas como Say Say Say, The Girl Is Mine e The Man. Os trabalhos foram enormes para os fãs dos dois cantores.

Say Say Say, inclusive, chegou a ficar em primeiro nas paradas da Billboard. A canção foi um verdadeiro hit.

Porém, a amizade não duraria para sempre. Para surpresa de muitos, quem tomaria o passo para acabar com ela seria Michael Jackson.

Rumores da mídia, que vão de encontro com a visão de fãs, colocam que o Rei do Pop traiu o famoso cantor dos Beatles.

O fim da famosa amizade

O The Vintage News reconta que em 1985, a ATV Music, que viraria Sony Music, colocaria o catálogo dos Beatles em uma lista de vendas. Paul McCartney queria comprar de volta as canções da banda para recuperar o controle sobre as obras dele e dos antigos companheiros.

Porém, Michael Jackson se intrometeu e comprou o catálogo, oferecendo um maior valor. O cantor teria pago US$ 50 milhões e ainda teria comprado direitos de faixas de bandas como The Rolling Stones e cantores como Elvis Presley.

Em entrevista na época, Paul McCartney mostrou publicamente a decepção com Michael Jackson. Os dois nunca mais voltariam a se falar.

“Eu acho que é duvidoso você fazer algo assim. Se dizer amigo de alguém e depois puxar o tapete”, declarou o eterno Beatle.

Por anos, Michael Jackson faturou milhões com os direitos. Apenas em 2017, Paul McCartney conseguiu recuperar os direitos sobre as músicas em acordo.

Após o Rei do Pop morrer, o cantor parece ter perdoado o ex-amigo. “Eu me sinto privilegiado que saí e trabalhei com Michael”, afirmou Paul McCartney em rara declaração.

Michael Jackson morreu em 2009 aos 50 anos. O ator teve uma parada cardíaca após uma overdose de remédios.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio