Presa por escândalo com ‘seita do sexo’, atriz de Smallville pede divórcio

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Allison Mack, conhecida por Smallville, pediu o divórcio de Nicki Clyne, de Battlestar Galactica. As famosas estavam casadas há três.

Um motivo para o divórcio não foi revelado. Mas, pode ter ligação com o envolvimento das atrizes com a seita acusada de cometer crimes sexuais.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

A atriz de Smallville, inclusive, está em prisão domiciliar enquanto aguarda o julgamento pelos crimes cometidos com a seita NXIVM. Allison Mack está nessa situação desde 2018.

Nicki Clyne também está entre os acusados que trabalhavam para a seita. O próprio casamento das atrizes é alvo de investigação.

O Daily Mail afirma que Nicki é canadense e pode ter se casado com Allison Mack para ficar nos Estados Unidos. Como as duas eram integrantes da seita, há o rumor de que o casório teria sido uma estratégia utilizada.

O líder da seita, Keith Raniere, já foi condenado e pegou 120 anos de prisão. Entre os crimes que o grupo é acusado está o de fazer escravas sexuais.

Motivo para atriz se envolver com seita

Conhecida inicialmente como uma empresa de “desenvolvimento pessoal”, a NXIVM foi exposta como uma seita sexual e esquema de pirâmide financeira em 2017, após uma extensiva reportagem publicada pelo The New York Times.

Após a revelação dos crimes da NXIVM, investigadores concluíram que Allison Mack era uma das mais importantes integrantes da seita. A atriz seria responsável por recrutar jovens mulheres que se tornariam escravas sexuais de Raniere, além de marcar as vítimas com emblemas em ferro quente.

Mack foi presa em 2018 e se declarou culpada em várias acusações de extorsão. Devido ao coronavírus, a sentença da atriz ainda não foi definida. A estrela de Smallville encara a possibilidade de passar mais de 40 anos na cadeia.

Aos 23 anos, Allison Mack se juntou ao NXIVM por estar descontente com os rumos da carreira, seguindo uma promessa de Raniere de torná-la uma “grande atriz”.

Explicando como a seita funcionava, Mack afirmou que “quando uma mulher recruta outra, se torna a ‘Mestra’, uma representação de sua consciência, de seu ‘eu’ mais perfeito”.

Dentro da NXIVM, as mulheres em hierarquias mais altas formaram um grupo separado – chamado de DOS – considerado uma espécie de “irmandade” por Allison Mack.

Foi a atriz quem teve a ideia de marcar as vítimas da seita com as iniciais de Raniere. Para Mack, a marca em ferro quente era como “uma tatuagem significativa, servindo para criar um sentimento de unidade”.

Segundo relatórios do FBI, mesmo em uma posição privilegiada, Mack também era uma das escravas de Raniere, dando ao líder informações confidenciais que poderiam ser usadas em extorsões e chantagens.

O jornal The Times concluiu que Allison Mack atuou tanto com “vítima e vitimizadora” na seita NXIVM.

A atriz de Smallville, enquanto isso, aguarda o julgamento dela.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio