Ao desmentir polêmica, atriz da Netflix revela fantasia com Brad Pitt

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Os fãs de Jane Krakowski, de Unbreakable Kimmy Schmidt, ficaram chocados com rumores sobre um relacionamento da atriz com o amigo próximo de Donald Trump, Mike Lindell. A realidade, porém, é que a estrela da Netflix tem fantasias com outra pessoa: Brad Pitt.

Em declaração publicada por Beth Shilliday, do Hollywood Life, representantes de Krakowski disseram:

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

“Jane nunca se encontrou com o Sr. Lindell. Ela não está, nem nunca esteve em qualquer relacionamento com ele, romântico ou não”, começa a declaração.

“Ela está, contudo, em relacionamentos fantasiosos com Brad Pitt, Rege-Jean Page, e Caco, o Sapo. Ela recebe de braços abertos qualquer cobertura sobre esses relacionamentos”, conclui a declaração.

Rege-Jean Page, para quem não sabe, é astro de Bridgerton, também da Netflix, e tem conquistado o coração dos fãs. Pelo jeito, Jane Krakowski não resistiu aos charmes do galã.

Brad Pitt perdeu papéis por motivo inusitado

Brad Pitt pode ser um dos atores mais famosos de Hollywood hoje em dia, mas nem sempre ele teve tanta sorte em conseguir seus papéis. No final da década de 1980 e início dos anos 1990, ele perdeu dois papéis por motivo inusitado.

Conforme revela Bre Williams em artigo publicado no CheatSheet, Brad Pitt perdeu o papel de J.D. para Christian Slater em Atração Mortal (1989). Pitt era considerado bonito demais e com muita cara de “bonzinho” para o personagem.

Já em Cry Baby, do ano seguinte, Brad Pitt fez um teste para o papel de Milton Hackett, amigo do personagem de Johnny Depp no filme.

“Eu posso ser o único diretor que recusou um papel para Brad Pitt em uma chamada de elenco”, escreveu o diretor John Waters no seu livro de memórias. “Completamente desconhecido na época, ele chegou à leitura do roteiro para o papel de Milton em Cry-Baby. Sabíamos que alguém bonito desse jeito não poderia ser o amigo desastrado de Johnny Depp – precisávamos de alguém mais estranho”.

No fim, o papel no filme acabou indo para Darren E. Burrows.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio