Ator da franquia Harry Potter tem curiosa conexão com Príncipe William

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Eddie Redmayne, ganhador do Oscar por A Teoria de Tudo e astro de Animais Fantásticos, da franquia Harry Potter, tem uma surpreendente conexão com o Príncipe William.

O intérprete de Newt Scamander em Animais Fantásticos estudou com o neto da Rainha Elizabeth II no Eton College, famosa instituição de ensino que já lecionou para nomes como Hugh Laurie, Tom Hiddleston, e os primeiros ministros Harold MacMillan e David Cameron.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

“Eu joguei rugby com o Príncipe William. Sempre tive um pouco de pena dele, porque basicamente em qualquer escola que jogávamos, todos queriam derrubá-lo, para que pudessem dizer, ‘eu derrubei o Príncipe William’. Então, se você estivesse ao lado dele, como eu estava, era bem fácil e divertido”, disse Redmayne à People (via Paige Pichler, do The List).

Além de jogarem rugby juntos, o Príncipe William e o astro da franquia Harry Potter também fizeram parte do Pop, a “sociedade de elite do Eton”, que era um grupo de estudantes mais velhos responsáveis pela disciplina no colégio.

Eddie Redmayne também recebeu o prêmio OBE da Rainha Elizabeth II, tendo comparecido ao castelo de Windsor para a cerimônia.

Astro de Crepúsculo devolveu presente da Rainha

Ocasionalmente a Rainha Elizabeth II garante a determinadas personalidades artísticas britânicas a honra Excelentíssima Ordem do Império Britânico (OBE). J.K. Rowling, Keira Knightley, dentre outros famosos já receberam tal honra, mas Michael Sheen, de Crepúsculo e A Rainha, devolveu esse “presente”.

O motivo da devolução foi revelado em artigo de Chelsea Greenwood, do NickiSwift, que cita como fonte entrevista de Sheen ao The Guardian.

Em 2017, o astro de Crepúsculo deu uma palestra na The Raymond Williams Society e começou a pesquisar sobre a história do País de Gales e a Inglaterra.

O ator, que é galês, descobriu coisas que não gostou e enxergou que não poderia seguir com a palestra e ter a OBE ao mesmo tempo.

“Quando terminei de escrever a palestra, lembro de ter pensado, ‘bem, eu tenho uma escolha a fazer – ou não dou essa palestra e mantenho o OBE, ou dou a palestra e devolvo meu OBE”.

“Eu não quis ser desrespeitoso, mas percebi que eu seria um hipócrita se dissesse as coisas que eu diria sobre a relação do País de Gales e o Estado britânico”, continuou o astro de Crepúsculo.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio