Michael Jackson “não era o amigo normal”, diz atriz; veja por que

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Rashida Jones, de The Office e Parks and Recreation, revelou que teve encontros inusitados com celebridades enquanto crescia. Um desses estranhos encontros envolveu ninguém menos que Michael Jackson.

Filha do lendário produtor musical Quincy Jones, a estrela de The Office revelou que chegou a conhecer celebridades como a família Sinatra, o já citado Michael Jackson, dentre outros, quando ainda era jovem.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

“Acho que, por ter crescido nos anos 1970 e 1980, provavelmente resolveu vários problemas que você imaginaria ter na cabeça, porque não havia redes sociais, não havia tecnologia desse tipo basicamente, exceto por telefones e betamax”, disse Rashida Jones.

“Eu definitivamente sabia que, sabe, as pessoas ao meu redor eram amadas mundialmente, mas não sabia ao certo, porque não existia Internet”, continuou.

A atriz de The Office falou sobre as visitas de Michael Jackson a seu pai, com quem trabalhou ao longo da carreira. Ela chegou a dizer que estava presente na gravação do álbum Thriller.

“Ele era um garoto quando meu pai começou a trabalhar com ele, então ele estava feliz em só passar o tempo conosco. Às vezes ele trazia sua jiboia-constritora, seu chimpanzé. Não era, sabe, o amigo normal da família”.

Veja a participação de Rashida Jones no programa de Jimmy Kimmel, abaixo.

Outro encontro inusitado

Nascido em 1968, Will Smith cresceu na época em que Michael Jackson era o maior astro do mundo, com sucesso como Off the Wall e Thriller. Com isso, não é difícil entender como o astro de Um Maluco no Pedaço se tornou um dos maiores fãs do Rei do Pop.

A admiração de Will Smith por Michael Jackson atingiu seu ápice quando o ator se escondeu em um armário para conhecer o ídolo em uma premiação musical.

“A minha vida toda eu quis conhecê-lo. Então o vi na cerimônia de premiação, mas ele estava muito longe. E eu fiquei tipo: ‘Cara, não posso acreditar que o dia vai acabar e eu não vou conhecer o Michael, eu tenho que fazer isso’”, relembrou o astro.

Infelizmente, quando Will Smith se preparava para se aproximar de Jackson, uma confusão aconteceu, causada pelo executivo Suge Knight.

Com isso, um segurança colocou Smith dentro de um armário para deixá-lo longe da briga. No escuro, o ator ouviu uma voz inconfundível.

“Quando ouvi alguém dizer ‘Hey’, me virei e percebi que o Michael Jackson estava atrás de mim. Fiquei sem palavras, disse apenas ‘Oh, Mike?”, e ele perguntou como eu estava”, contou Will Smith.

Os dois conversaram rapidamente dentro do armário, e concordaram que Suge Knight era sempre o centro das confusões.

Ainda na conversa, Michael Jackson e Will Smith falaram sobre quadrinhos, e Jackson revelou que tinha uma edição original de Quarteto Fantástico #4, para a surpresa de Smith.

Para a tristeza de Will Smith, os seguranças de Michael Jackson chegaram rapidamente e tiraram o astro do armário. Quando se preparava para deixar o local, o Rei do Pop disse apenas: “Tchau Will, vejo você por aí”.

A influência do Rei do Pop foi sentida em toda a carreira de Will Smith, e o encontro com o astro é lembrado até hoje com saudades pelo ator.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio