Publicidade

TV resgata alegações de que Beyoncé pratica bruxaria e magia negra e fãs criticam

Publicado por Victor Carvalho

06/01/2021 17:17

Beyoncé está envolvida em uma nova polêmica… mas ela não é bem o centro da controvérsia.

Tudo começou quando o programa Fala Que Eu Te Escuto, da Record TV, associou a cantora à prática de magia negra e bruxaria. O tópico foi baseado numa acusação feita em 2019, quando Kimberly Thompson, ex-bateirista de Beyoncé, apontou que a cantora estava envolvida com o sobrenatural.

Os apresentadores do programa então usaram o “exemplo” da cantora para destacar o mal que o sobrenatural causa à humanidade.

O programa usou até imagens do filme Black Is King, da Disney. Nele, Beyoncé exalta a cultura negra.

Revoltados com a Record TV, fãs levantaram no Twitter a hashtag #RecordRacista, fazendo o assunto virar um dos mais comentados da rede social.

Foram muitas as críticas à associação da cultura africana à bruxaria. Veja abaixo alguns tuites relacionados ao tema.

https://twitter.com/beyonceaccess/status/1346808032186019840?ref_src=twsrc%5Etfw%7Ctwcamp%5Etweetembed%7Ctwterm%5E1346808032186019840%7Ctwgr%5E%7Ctwcon%5Es1_&ref_url=https%3A%2F%2Fwww.otempo.com.br%2Fdiversao%2Fbeyonce-e-acusada-de-praticar-bruxaria-e-magia-negra-1.2432062

A acusação contra a cantora

A acusação resgatada pelo programa da Record TV foi feita por Kimberly Thompson no começo de 2019.

A ex-bateirista de Beyoncé foi à justiça norte-americana alegando que a cantora usou magia negra e bruxaria contra ela. Ela afirmou ainda que a cantora usava feitiços para molestá-la sexualmente, além de ter matado seu gato.

A acusação pareceu tão absurda que, na época, foi vista com desconfiança por muitas pessoas.

Black Is King está agora disponível no Disney+. Beyoncé foi estrela, produtora e roteirista do filme musical.

Publicidade