Bella Thorne ofereceu uma festa de véspera de Ano Novo no Hard Rock Hotel em Riviera Maya, México, apenas três dias depois que o corpo de uma funcionária de hotel de 21 anos foi descoberto nas instalações pelas autoridades.

Ana Gomez, desaparecida no dia 18 de dezembro, há seis meses trabalhava como lavadora de pratos no hotel, Michelle Cuervo, natural de Chiapas, que mora em Quintana Roo, estado mexicano na Península de Yucatán, há 20 anos disse ao Daily Beast. Ela era uma frequentadora assídua do hotel e tem amigos que trabalham lá.

“Essa menina, Ana, era uma jovem de Chiapas que era lavadora de pratos no Hard Rock Café Riviera Maya e desapareceu no dia 18 de dezembro”, disse Cuervo. “Então o pai dela, um índio de Chiapas que mal fala espanhol, veio procurá-la.”


“O hotel não estava fazendo nada a respeito. Após 10 dias, eles encontraram o corpo nas dependências do Hard Rock.”

“O hotel não está assumindo responsabilidades e o pai não tem dinheiro, então as pessoas têm que contribuir para transportar o corpo.”

Grande polêmica

O evento estava sendo promovido por Bella Thorne e Diplo como uma festa de fim de ano, que seria realizada em um “local secreto”. Os fãs que ajudassem a promover o evento no Instagram receberiam US$ 50.000 e dois deles ganhariam um sorteio, que consistia em duas noites no resort de luxo.

A ex-estrela da Disney nunca especificou quantos convidados compareceriam à festa de Ano Novo ou se a festa seguiria protocolos de distanciamento social e uso de máscaras. O teste de Covid-19 seria fornecido, disse ela, embora o teste não seja comprovado para prevenir um surto.

Um funcionário administrativo do Hard Rock Hotel de Riviera Maya disse ao site que a festa da véspera de Ano Novo de Thorne estava acontecendo em seu hotel à noite. “A morte de Ana é uma espécie de notícia nacional agora”, disse Cuervo.

“A festa está acontecendo, não há tanta informação, pois deveria ser em um local secreto.”

Outro trabalhador do Hard Rock Hotel disse: “Em princípio, o evento é ilegal porque é proibido pela pandemia. Portanto, embora as pessoas comuns não possam fazer festas, dentro do hotel há uma.”

“Tem publicidade enganosa, mas é uma festa com Bella Thorne.”

Grupos feministas no México protestaram contra o hotel para exigir mais informações sobre o desaparecimento de Gomez, poucas horas antes de seu corpo ser encontrado. As organizações, incluindo Siempre Unidos e Mujeres Mayas Quintana Roo, instaram o hotel a divulgar imagens de circuito interno do último avistamento conhecido de Gomez.

“Exigimos que o hotel Hard Rock Riviera Maya assuma a responsabilidade pelo que aconteceu”, disse a Rede Feminista Quintana Roo ao SDPNoticias. “Devem fornecer todas as informações que possam ajudar a esclarecer os fatos, apoiar a família da vítima na solução desta tragédia e exigimos que disponibilizem as gravações das câmeras de segurança para a realização da investigação correspondente.”

Um suspeito que se acredita estar envolvido em seu desaparecimento foi preso pelas autoridades locais. O procurador-geral de Quintana Roo, Óscar Montes de Oca Rosales, identificou o homem apenas como “Carlos G”.

O suspeito era considerado um funcionário do hotel e trabalhava como segurança, disse o Euro Weekly News.

“Aqui, as pessoas estão muito tristes com a jovem e com o governo”, disse o trabalhador do Hard Rock. “As festas são proibidas, mas se você é uma estrela de Hollywood, pode fazê-la.”

“Você não precisa usar máscaras ou quaisquer recomendações para se manter seguro. Então, esta é a situação… Enquanto na porta do hotel fizeram uma manifestação pelo assassinato e estupro da jovem que trabalhava lá, por dentro a vida continua normal.”

Ex-estrela da Disney, Bella Thorne será a protagonista da série Paradise City, que estreia em 2021.