Atriz de Westworld acusa Marilyn Manson de violência doméstica e abuso

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Evan Rachel Wood, a Dolores de Westworld, alegou que Marilyn Manson abusou dela de forma física e psicológica. Os dois tiveram um relacionamento que se tornou público em 2007 e chegaram a ficar noivos em 2010, mas terminaram nesse mesmo ano.

Em publicação no Instagram, a atriz de Westworld escreveu um texto emocionante, relatando suas experiências com o abuso.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

“O nome do meu abusador é Brian Warner, também conhecido pelo mundo como Marilyn Manson. Ele começou a me influenciar quando eu era adolescente e horrivelmente abusou de mim por anos”, começa o texto de Evan Rachel Wood.

“Ele fez lavagem cerebral em mim e me manipulou até eu ficar submissa. Cansei de viver com medo da retaliação, calúnias ou chantagens. Estou aqui para expor esse homem perigoso e chamar todas as indústrias que deram poder a ele, antes dele arruinar outras vidas. Estou do lado das muitas vítimas que não mais ficarão em silêncio”, continuou a atriz de Westworld.

Veja a publicação de Evan Rachel Wood sobre os abusos de Marilyn Manson, abaixo.

Relatos perturbadores

A atriz de Westworld começou a falar sobre ser sobrevivente de estupro e violência doméstica em um artigo da Rolling Stone de 2016. Desde então ela foca no seu ativismo sobre tais questões.

Em 2019, Evan Rachel Wood criou o Phoenix Act, uma lei que estende a punição para violência doméstica de três para cinco anos. O governador da Califórnia, Gavin Newson assinou a lei em outubro de 2019 e ela passou a valer em janeiro de 2020.

Na época, Evan Rachel Wood disse que seu abusador (agora sabemos que era Marilyn Manson) se comportava da seguinte forma: “Ele tinha surtos de extremos ciúmes, o que ocasionalmente resultava nele destruir nossa casa, me encurralar em um quarto e me ameaçar”.

“Eu tive de juntar coragem para sair de lá várias vezes, mas ele ligava para minha casa incessantemente e ameaçava se matar”, continuou Evan Rachel Wood.

“Em uma ocasião eu retornei para tentar fazê-lo se acalmar, ele me encurralou em nosso quarto e pediu para eu me ajoelhar. Ele então amarrou meus pés e mãos e começou a me bater e dar choque em partes sensíveis do meu corpo, com um instrumento de tortura. Para ele era uma forma de provar minha lealdade. A dor era excruciante. Parecia que eu tinha deixado meu corpo e parte de mim morreu naquele dia”, continuou a atriz de Westworld.

Uma matéria da revista Glamour, de março de 2018, intitulada Why Is Nobody Talking About Marilyn Manson’s ‘Fantasy’ of Killing Evan Rachel Wood? (Por que ninguém está falando sobre a fantasia de Marilyn Manson de matar Evan Rachel Wood, em tradução livre), aponta uma declaração tenebrosa do cantor.

“Tenho fantasias todos os dias de esmagar seu crânio com uma marreta”, disse Marilyn Manson sobre Evan Rachel Wood.

Em 2020, o cantor chegou a encerrar uma entrevista com a revista britânica Metal Hammer quando o jornalista falou sobre a atriz de Westworld. Posteriormente, Manson negou ter feito qualquer coisa de errado a ela.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio