Cantor revela momento aterrorizante com Michael Jackson

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

We Are the World continua sendo uma música extremamente famosa e Lionel Richie, que a escreveu junto de Michael Jackson, contou sobre as circunstâncias aterrorizantes de sua concepção.

O cantor de 71 anos estava na casa de Michael Jackson para trabalhar na música e passou por momentos de tensão quando a cobra do Rei do Pop escapou e ficou solta pelo quarto.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

“O obstáculo de escrever a canção não era escrever em si, era o fato de ter uma píton albina perdida no quarto”, disse Richie em participação no programa de Drew Barrymore.

“Estávamos escrevendo a letra e, de repente, os álbuns caem – por que ele colocava os álbuns encostados na parede. Eu estava deitado no chão e escuto um som… olho por cima do meu ombro e vejo uma píton albina olhando para mim”, continuou o cantor.

Lionel Richie disse que ficou gritando ao ver a cobra e Michael Jackson tentou confortá-lo, dizendo que a cobra não ia fazer qualquer mal a ele.

“Eu estava gritando como em um filme de terror e Michael Jackson ficou me dizendo, ‘Lionel, ele te ama. Ele só quer dizer que te ama’”.

No fim, eles acabaram conseguindo terminar a letra de We Are The World. A canção foi idealizada para ajudar no combate à fome na Etiópia e foi gravada por artistas como Tina Turner, Kenny Rogers, Diana Ross, além de Michael Jackson e Lionel Richie, claro.

Hábito estranho de Michael Jackson

Michael Jackson cantou ao lado de muitos artistas famosos e uma das cantoras com quem trabalhou no auge da fama foi Sheryl Crow, que revelou um hábito estranho do Rei do Pop.

Jackson e Crow fizeram um tour juntos entre 1987 e 1989 e durante esse período os dois passaram bastante tempo juntos. Ela revelou que ele adorava pregar peças nela.

“Tenho muitas memórias dele pregando peças em mim. Nossas tendas para rapidamente trocar de roupa compartilhavam um lado”, disse Crow à revista Time.

“Conforme corríamos para mudar o figurino entre as canções, invariavelmente, uma uva ou cenoura vinha voando na minha direção, jogada por ele”, continuou a cantora.

Sheryl Crowe ainda revelou que Michael Jackson “alugava parques de diversão o tempo todo” e amava rir.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio