Demi Lovato chama atenção ao ser vista com irmã de Miley Cyrus

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Demi Lovato foi vista em público pela primeira vez desde que se abriu sobre sua overdose quase fatal em 2018. Em fotos divulgadas pelo Daily Mail, ela aparece ao lado da irmã de Miley Cyrus, Noah Cyrus.

A cantora, de 28 anos, disse ter sofrido três infartos, um ataque cardíaco e agora está com danos cerebrais. Isso foi revelado por meio do trailer da série documental Dancing With The Devil.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Nas fotos, Demi Lovato aparece chegando no restaurante Nobu, em Malibu, junto da sua amiga, Noah Cyrus. Ambas vestem máscara nas fotos.

Lovato aparece de cabelo curto e recém pintado de rosa, algo que revelou fazê-la se sentir “mais livre e autêntica”, no programa de Ellen DeGeneres.

Já Noah Cyrus vestia uma calça vinho e moletom cinza. Confira as fotos, abaixo.

O drama de Demi Lovato

No trailer de Demi Lovato: Dancing With the Devil, a cantora fala sobre a overdose que sofreu em 2018 e sua subsequente hospitalização. A cantora também revela que teve três derrames e um ataque cardíaco no hospital.

Lovato refletiu também sobre os efeitos da overdose em seu corpo e as consequências mentais e emocionais.

“Deixei o hospital com dano cerebral, e ainda lido com os reflexos hoje em dia. Não consigo dirigir, por exemplo, por ainda sofrer com pontos escuros em minha visão. Também tenho problemas para ler. Eles só surgiram uns dois meses depois da overdose, e minha visão começou a ficar embaçada”, comentou a estrela.

No cerne de seu documentário, Demi Lovato fala sobre as repercussões físicas, pessoais e profissionais de seu vício em drogas.

“As repercussões servem para me lembrar do que pode acontecer se me encontrar em uma posição obscura como essa novamente. Sou grata por esses lembretes”, afirmou Lovato.

A atriz e cantora encara a experiência de quase morte como uma verdadeira lição de vida.

“Tudo isso teve que acontecer para que eu pudesse aprender a lição. Foi uma jornada dolorosa, e às vezes fico triste ao relembrar a dor que tive que suportar para superar meu problema”, contou a cantora.

Ainda nas últimas semanas, Demi Lovato terminou uma entrevista com a revista People com uma mensagem de esperança e gratidão.

“Estou orgulhosa da pessoa que me tornei. E estou feliz em saber que minha experiência será mostrada para muitas pessoas por meio do documentário”, opinou Lovato.

O documentário Demi Lovato: Dancing With the Devil tem estreia prevista para março. Confira abaixo o trailer.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio