Detalhes chocantes de overdose de Demi Lovato são revelados

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Demi Lovato é o rosto de um problema muito comum em estrelas da Disney: o abuso e dependência de drogas. A atriz chegou a afirmar em uma entrevista à Entertainment Tonight que em seu período de maior vício, não conseguia ficar mais de meia hora sem usar cocaína.

A atriz e cantora ficou conhecida no mundo inteiro com o lançamento de Camp Rock em 2008, filme no qual contracenou com os Jonas Brothers. Desde então, Lovato tem uma carreira prolífica na música e na TV.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Na última semana, a cantora lançou no YouTube o trailer do documentário Demi Lovato: Dancing With the Devil (Dançando com o Diabo), que foca em sua overdose quase fatal em 2018 e os efeitos do vício em drogas em sua vida pessoal e profissional.

Na prévia, Demi Lovato fala sobre o maior trauma de sua vida e tudo que aconteceu como resultado da overdose. Confira abaixo alguns detalhes e o trailer completo.

O drama de Demi Lovato

No trailer de Demi Lovato: Dancing With the Devil, a cantora fala sobre a overdose que sofreu em 2018 e sua subsequente hospitalização. A cantora também revela que teve três derrames e um ataque cardíaco no hospital.

Lovato refletiu também sobre os efeitos da overdose em seu corpo e as consequências mentais e emocionais.

“Deixei o hospital com dano cerebral, e ainda lido com os reflexos hoje em dia. Não consigo dirigir, por exemplo, por ainda sofrer com pontos escuros em minha visão. Também tenho problemas para ler. Eles só surgiram uns dois meses depois da overdose, e minha visão começou a ficar embaçada”, comentou a estrela.

No cerne de seu documentário, Demi Lovato fala sobre as repercussões físicas, pessoais e profissionais de seu vício em drogas.

“As repercussões servem para me lembrar do que pode acontecer se me encontrar em uma posição obscura como essa novamente. Sou grata por esses lembretes”, afirmou Lovato.

A atriz e cantora encara a experiência de quase morte como uma verdadeira lição de vida.

“Tudo isso teve que acontecer para que eu pudesse aprender a lição. Foi uma jornada dolorosa, e às vezes fico triste ao relembrar a dor que tive que suportar para superar meu problema”, contou a cantora.

Ainda nas últimas semanas, Demi Lovato terminou uma entrevista com a revista People com uma mensagem de esperança e gratidão.

“Estou orgulhosa da pessoa que me tornei. E estou feliz em saber que minha experiência será mostrada para muitas pessoas por meio do documentário”, opinou Lovato.

O documentário Demi Lovato: Dancing With the Devil tem estreia prevista para março. Confira abaixo o trailer.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio