Heroína de Vingadores foi comparada com atriz pornô por diretor da Marvel

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Além de proporcionar um final épico para a Saga do Infinito no MCU, Vingadores: Ultimato mostrou a morte de alguns dos heróis e vilões mais icônicos da Marvel. Fãs se despediram de personagens que povoaram os filmes da companhia por uma década.

O filme foi o mais bem sucedido de 2019, e contou com a maior bilheteria de todos os tempos. Como a Marvel já conseguiu acumular um impressionante elenco de atores para o MCU, fãs estão ansiosos para saber quem serão os novos contratados para a Fase 4.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Recentemente, o diretor do primeiro filme dos Vingadores se envolveu em uma enorme polêmica por seu comportamento abusivo e problemático nas filmagens.

Confira abaixo o que aconteceu com uma estrela da Marvel!

Comparação infeliz

Vingadores: Era de Ultron representou o segundo filme dos Vingadores dirigido por Joss Whedon. O filme também introduziu a Feiticeira Escarlate, interpretada por Elizabeth Olsen.

Antes do lançamento do filme, Olsen e Whedon se encontraram para discutir o figurino da personagem – comparada pelo diretor a “uma estrela pornô”.

“Quero que você interprete essa personagem, a Feiticeira Escarlate. Quando você chegar em casa, jogue o nome dela no Google. Saiba que você nunca terá que usar o figurino que ela usa nas HQs”, comentou a atriz em uma entrevista.

O diretor fazia referência ao icônico figurino da Feiticeira Escarlate nas HQs, mostrado recentemente em um episódio de WandaVision.

“Ele disse algo do tipo: ‘Não vamos fazer você usar esse tipo de traje para ficar parecendo uma estrela pornô’”, comentou a atriz.

Recentemente, Whedon se envolveu em uma grande polêmica envolvendo seu comportamento inadequado nos sets da série Buffy: A Caça-Vampiros.

No início de fevereiro, a atriz Charisma Carpenter compartilhou seu relato sobre o abuso cometido por Whedon na série de fantasia.

Carpenter ficou grávida durante as gravações de Buffy, e Joss Whedon teria a pressionado a abortar o bebê, atacado suas crenças religiosas e a acusado de prejudicar a série de propósito.

“Me sentir sozinha e sem poderes. Sem outra opção, engoli o abuso e continuei”, comentou a intérprete de Cordelia em Buffy.

O ator Ray Fisher já havia condenado o comportamento de Joss Whedon durante as gravações de Liga da Justiça.

“O comportamento dele foi nojento, abusivo, não profissional e completamente inaceitável”, afirmou o intérprete de Ciborgue.

Atualmente, Elizabeth Olsen protagoniza a série WandaVision, exibida pelo Disney+.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio