Atriz de Stranger Things foi internada em hospital psiquiátrico

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Existe um estigma muito grande em relação a hospitais para doenças psiquiátricas, especialmente porque, no passado, eles foram locais de barbárie e “tratamentos” brutais, e ainda são retratados assim na ficção.

Os famosos que reunimos abaixo foram internados em hospícios em algum momento de sua vida, e ajudam a desmistificar o estado atual dessas instituições:

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

CARRIE FISHER

A eterna Princesa Leia foi diagnosticada com transtorno bipolar em 1985, e desse ano até a sua morte em 2017 foi internada diversas vezes. “Eu costumava achar que era só uma viciada em drogas, e é claro que eu era isso também, mas também tinha um tipo severo de desequilíbrio psíquico”, disse ela em entrevista a Diane Sawyer em 2000.

DEMI LOVATO

A cantora foi internada em 2010, quando tinha 18 anos, após atingir “o fundo do poço” em meio ao vício em drogas e álcool – em 2018, ela teve uma overdose e ficou entre a vida e a morte. Segundo ela, seu diagnóstico é de transtorno bipolar e bulimia – “Se internar enquanto você ainda está estrelando uma série no Disney Channel é loucura, tudo fica com uma lupa e você não consegue sair dos holofotes”, disse mais tarde.

WINONA RYDER

Em 1990, a atriz de Stranger Things desistiu de um papel no terceiro filme da trilogia O Poderoso Chefão para se internar em um hospício a fim de tratar “ansiedade extrema”. Nove anos mais tarde, interpretaria uma personagem situação parecida em Garota, Interrompida: “Eu fiquei aterrorizada em interpretar esse papel. Ansiedade não é algo que está no passado para mim, é um fantasma presente”, disse na época.

ROBBIE WILLIAMS

O popstar britânico não aguentou a pressão e a ansiedade de mais uma turnê mundial em 2006, quando acabou cancelando alguns shows para passar um tempo internado. Desde então, Robbie diminuiu o ritmo da carreira, lançando álbuns em intervalos maiores e fazendo turnês mais “modestas”.

SINÉAD O’CONNOR

Em meados de 2017, a cantora irlandesa assustou os fãs ao postar vídeos no Facebook em que descrevia seus pensamentos suicidas. Identificando que estava em um motel em Nova Jersey, Sinéad foi rapidamente enviada para um hospício, onde passou um tempo se recuperando. “Eu fiz uma histerectomia [remoção do útero] e isso me afetou muito. Os pensamentos suicidas chegaram sem avisar”, contou depois.

MARIAH CAREY

Em 2001, a cantora engatou uma série de incidentes que fizeram os fãs duvidarem de sua sanidade mental. As suspeitas foram confirmadas quando, em julho, ela foi internada após sua mãe chamar a polícia para a casa da cantora – Carey passou tempo no Silver Hill Mental Hospital, nos EUA.

STEVEN TYLER

O vocalista do Aerosmith passou pelo McLean Hospital durante os anos 1980, a fim de se livrar de problemas mentais e do vício em drogas. O hospital é famoso como o cenário do filme Garota, Interrompida, mas Tyler parece ter sido feliz por lá – em biografia, o colega músico Rick James diz que o encontrou quando também ficou internado no McLean: “Ele parecia feliz e saudável, o que me deu esperança”.

MARILYN MONROE

A experiência da estrela não foi tão tranquila quanto a de seus colegas de lista – em 1961, após completar Os Desajustados (que se tornaria seu último filme) e se separar do roteirista Arthur Miller, ela foi internada no Payne-Whitney, uma clínica psiquiátrica de reputação horrenda. Em cartas para seu psicólogo, Monroe contou que a experiência por lá foi “desumanizante”, e que os médicos a tratavam “como uma psicótica perigosa”.

CATHERINE ZETA-JONES

A estrela de A Máscara do Zorro e Chicago se internou voluntariamente em 2011, após “um ano estressante”, como seus agentes definiram, para tratar de seu transtorno bipolar, que se agravou enquanto o marido, Michael Douglas, batalhava contra um câncer de garganta.

BRITNEY SPEARS

O comportamento bizarro da cantora durante 2008 foi muito bem registrado pelos paparazzi, incluindo sua internação por “comportamento psicótico”. Spears foi liberada do hospital psiquiátrico após uma semana, mas o controle de suas finanças foi passado para o pai, James Spears.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio