Amor de Freddie Mercury se despediu de forma emocionante

Mary Austin foi o grande amor da vida do astro

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Freddie Mercury faleceu em 1991, e deixou para trás um legado inegável para a comunidade artística e a cultura pop. Até hoje, os hits do cantor são ouvidos no mundo todo.

O cantor ganhou uma homenagem recente no filme Bohemian Rhapsody, no qual foi interpretado por Rami Malek, que ganhou o Oscar de Melhor Ator por sua performance.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Fãs da banda Queen sabem que Freddie Mercury teve uma intensa e agitada vida íntima, pessoal e sexual. Mesmo assim, o consenso é que o grande amor da vida do astro foi Mary Austin.

O site Express.UK falo sobre a despedida do casal; veja abaixo!

Trajetória emocionante

Embora seja conhecido por seu jeito extravagante e liberal, Freddie Mercury não chegou a assumir sua bissexualidade, mesmo sendo questionado frequentemente pela imprensa sobre o assunto.

Um dos relacionamentos mais importantes da vida de Freddie Mercury foi com Mary Austin. Os dois se conheceram na década de 1970, quando a vendedora de roupas tinha apenas 19 anos.

Mercury se apaixonou pela beleza e jeito de Mary Austin e passou a frequentar a loja de roupas que a jovem trabalhava para vê-la e conquistá-la. Cinco meses depois do primeiro encontro os dois passaram a morar juntos

O relacionamento de Freddie Mercury e Mary Austin terminou, mas os dois continuaram grandes amigos até a morte do ator. Mercury inclusive foi padrinho do primeiro filho de Austin

Especialistas e biógrafos de Freddie Mercury acreditam que Mary Austin foi o grande amor da vida do cantor. Mercury inclusive deixou grande parte de sua herança para a amada

“Muitos dos meus amantes me perguntam por que eles não conseguem substituir Mary, mas é impossível. Mary é minha amiga, e eu não quero mais ninguém. Para mim, é como um casamento. Nós acreditamos um no outro, e isso é suficiente para mim”, revelou o cantor.

Despedida tocante para Freddie Mercury

Freddie Mercury foi diagnosticado com AIDS em 1987, e no início dos anos 90 a saúde do cantor já começava a falhar.

Após aceitar o destino e conclui que morreria em breve, Mercury se voltou para Mary Austin e revelou para a amada o que deveria ser feito com seus restos mortais.

“Ele simplesmente anunciou isso após um de nossos almoços de domingo. Disse ‘sei exatamente onde quero que você me coloque’”, revelou Austin.

O ator pediu que Mary nunca revelasse o paradeiro de suas cinzas, para evitar a peregrinação de fãs e da imprensa.

“’Quero descansar em paz’ foram suas palavras exatas. Ele não queria que pessoas tentassem desenterrá-lo, como acontece com outros famosos. Fãs podem ser muito obsessivos”, revelou Austin.

Quando finalmente chegou a hora de enterrar as cinzas, Mary Austin convidou apenas os pais de Freddie para as últimas homenagens.

Até hoje, ninguém sabe exatamente aonde as cinzas de Freddie Mercury foram enterradas.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio