Dubladora brasileira de Arlequina morre aos 56 anos

Iara Riça foi uma das dubladoras mais talentosas e versáteis de sua geração

Publicadohá pouco tempo
Por Victor
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Famosa por ter dublado a Arlequina em animações da DC e em Esquadrão Suicida, de 2016, Iara Riça morreu aos 56 anos de idade.

A dubladora teve morte cerebral após sofrer um aneurisma. A informação foi divulgada pelo amigo e também dublador, Guilherme Briggs, por meio de suas redes sociais.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Briggs já havia revelado que Riça estava internada em estado grave por conta do aneurisma.

A dubladora chegou a ficar em coma por alguns dias. Veja abaixo a publicação de Briggs no Twitter com a triste notícia.

Carreira com grandes trabalhos

Com uma longa carreira na dublagem, Iara Riça teve diversos trabalhos marcantes, tanto em animação quanto em live-action.

Na versão original de As Meninas Superpoderosas, a dubladora deu voz à personagem Florzinha, a líder das irmãs. Também dublou Jean Grey em X-Men: Evolution e Callie Torres em Grey’s Anatomy.

Entre as atrizes que dublou com mais frequência, estão nomes como Mary-Kate Olsen, Lucy Liu, Anna Faris, Christina Milian e Regina King, entre outras.

Após anos dublando a Arlequina, conhecida personagem da DC, em animações, Iara Riça foi escolhida para dar voz à versão em live-action de Margot Robbie em Esquadrão Suicida.

A dubladora acabou sendo substituída no papel em Aves de Rapina: Arlequina e Sua Emancipação Fantabulosa, o que lhe trouxe grande chateação na época: ela chegou a anunciar a aposentadoria da profissão depois da controvérsia.

São tempos sombrios para a dublagem brasileira, para dizer o mínimo. Somente nos últimos dias, também perdemos grandes dubladores como Dário de Castro, Carlos Marques e Ana Lúcia Menezes.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio