Pai de Charlie Sheen tem longo histórico de prisões igual ao filho

Astro de Two and a Half Men tem vida pessoal polêmica, marcada sérias acusações

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Charlie Sheen tem dois lados bem conhecidos. Na TV, o ator foi astro de Two and a Half Men, enquanto isso, a vida pessoal é marcada por sérias acusações.

Por conta do abuso de drogas, o ator foi pego até destruindo quarto de hotel. Ao mesmo tempo, chegou a passar noites na cadeia por acusação de violência doméstica.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

O que muitos fãs não sabem é que o histórico de prisão é algo comum na família do ator. Charlie Sheen é filho do também ator Martin Sheen, de Grace and Frankie, da Netflix.

O pai famoso já foi para cadeia mais de 60 vezes. Porém, as acusações do ator fogem das polêmicas do filho conhecido por Two and a Half Men.

Martin Sheen foi preso por ser um ativista. Desde a juventude, o ator luta por causas que considera importante, frequentemente ligadas à natureza e à igualdade social.

Histórico grande

Em 2009, a CNN fez um levantamento sobre as prisões de Martin Sheen. O ator, até aquele ano, tinha ido para cadeia 66 vezes.

Sem exceções, todas foram por conta de protestos. Nos Estados Unidos, protestar não é um crime, mas há regras que os manifestantes devem seguir.

Muitas das prisões do pai de Charlie Sheen aconteceram por invasão ou ainda violar toque de recolher. Na última década, a atividade do ator da Netflix diminuiu.

A prisão mais famosa foi em janeiro de 2020, com a colega de Grace and Frankie, Jane Fonda. O ator foi convidado para participar do protesto por conta de mudanças climáticas na frente do Capitólio, na capital Washington.

Os dois foram presos e logo em seguida liberados. O que muitos não imaginam é que o pai do astro de Two and a Half Men tem uma longa história também como ativista.

Vocação

Nascido como Ramón Estévez, Sheen nasceu em Ohio (EUA) de uma família de imigrantes de origem irlandesa e espanhola. Logo, o ator desenvolveu interesse em assuntos como justiça social e igualdade.

O primeiro protesto dele aconteceu ainda quando tinha 14 anos. A história foi contada no Fresh Dialogues.

O pai de Charlie Sheen trabalhava como ajudante num clube de golfe. Ele e os colegas não concordavam com as condições de trabalho e decidiram se manifestar.

“Os golfistas eram ofensivos e geralmente usavam palavras maldosas contra nós, que éramos pequenos meninos. Eles eram abusivos e preconceituosos”, relembrou o ator da Netflix.

Entre as manifestações do ator, algumas famosas foram contra guerras, condições de trabalhadores em fazendas, proliferação nuclear e as mudanças climáticas.

Grace and Frankie, com Martin Sheen, está na Netflix. Enquanto isso, Two and a Half Men, com o filho dele, Charlie, está na Amazon Prime Video.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio