Atriz de Titanic passa por aperto para proteger colega em cena íntima

Kate Winslet lembrou da filha e decidiu ajudar artista mais jovem de forma diferente, além de relatar assédio

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Kate Winslet, conhecida por Titanic, revelou uma situação diferente na carreira. A atriz decidiu se esconder em um porta-malas apertado para proteger uma colega mais jovem.

O caso aconteceu nas gravações da minissérie Mare of Easttown. A experiente artista contracena ao lado da jovem Angourie Rice.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

A colega de Winslet precisava fazer cenas mais íntimas em um veículo. A filmagem, porém, seria de noite e quando a famosa de Titanic percebeu, teria apenas homens no set.

Isso fez com que a atriz lembrasse da filha, Mia, que também é uma jovem artista. Kate Winslet optou por ficar no local, mesmo escondida.

“Ela é um ano mais nova que minha filha, Mia, e eu senti automaticamente um instinto protetor com ela nessa cena porque, de repente, os dois operadores de câmera eram homens. Eu já havia acabado o dia – era uma filmagem noturna e eu tinha encerrado naquela manhã. Mas eu disse: ‘Vou ficar aqui e estar aqui para ajudá-la’”, afirmou a atriz em entrevista para Vanity Fair.

A atriz garantiu que os dois câmeras da cena são pessoas corretas. Mas, a famosa também quis ter certeza que a experiência de Angourie como atriz não se tornaria em um trauma por não ter nenhuma mentora no ambiente.

“Mas, às vezes, quando você é jovem, é muito difícil saber como ter uma conversa sobre intimidade em seu próprio quarto, quanto mais no local de trabalho. Então eu disse: ‘Vou dizer as coisas que você realmente não consegue dizer. Apenas me diga’. E acabei ficando no porta-malas do carro, contorcida em uma bolinha”, relembrou a estrela.

Lembrança de assédio

A proteção também não foi apenas por uma conexão com a jovem atriz. Kate Winslet lembrou da própria juventude.

A atriz de Titanic contou como apenas palavras agressivas podem afetar alguém. Além disso, relatou um assédio que aconteceu com ela em 1994.

A situação aconteceu em Almas Gêmeas. Em um momento íntimo, a estrela de Titanic ouviu um comentário nojento de um dos câmeras.

“Era uma equipe adorável de pessoas e eles eram tão gentis comigo e com Melanie Lynskey, e nunca nos sentimos vulneráveis, nunca nos sentimos expostas. Mas um dos garotos da câmera – enquanto alinhávamos uma cena e ambas estávamos de calcinha, nuas da cintura para cima – disse para outra pessoa: ‘Bem, acho que é dia de ficar com o pênis duro, meninos’”, contou Kate Winslet.

No momento, a atriz de Titanic ignorou a situação. Para ela, é algo que pode acontecer quando se é jovem, de que “isso não foi muito bom, mas é melhor não falarmos nada”.

Hoje, Kate Winslet tem outro pensamento. Também por isso procura defender as colegas.

Série com atriz de Titanic

Mare of Easttown é mais uma série de investigação criminal. A trama segue o popular jogo de “quem matou?”.

Na história, Kate Winslet vive uma detetive encarregada de desvendar um brutal assassinato em uma cidade do interior da Pensilvânia. A famosa também é produtora-executiva no projeto.

Mare of Easttown foi criada e roteirizada por Brad Ingelsby (Noite Sem Fim), e os episódios são dirigidos por Craig Zobel (A Caçada).

Esse é o primeiro trabalho de Kate Winslet em séries de TV desde o lançamento de Mildred Pierce, em 2011.

Mare of Easttown pode ser conferida na HBO.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio