Michael Jackson quase deixou filhos para cantora em testamento

Rei do Pop tinha forte relação com Diana Ross

Publicado em 5/21/2021
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Michael Jackson teve um forte relacionamento com Diana Ross. Não era sexual, mas ele a via como ídolo. Por essa razão, ele quase deixou seus filhos para ela.

O biógrafo e amigo próximo de Michael Jackson, J. Randy Taraborrelli, escreveu no seu livro, Call Me Miss Ross, sobre quando Jackson e Ross se conheceram.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

“Eu era mais velha que ele. Ele meio que me idolatrava e queria cantar como eu”, disse a cantora (via Express).

Na autobiografia de Michael Jackson, ele chegou a chamar Diana Ross de: “minha mãe, amante e irmã todas em uma só”.

Eles permaneceram amigos até a morte do Rei do Pop, em 25 de junho de 2009. Após o seu falecimento, foi revelado que Michael nomeou Diana como guardiã de seus filhos, caso ele e a sua mãe, Katherine Jackson, morresse.

O testamento foi escrito em 2002, muito antes de Michael adoecer. Mas a guarda dos filhos do Rei do Pop não passaram para Diana Ross.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio