Pessoas achavam Freddie Mercury “estranho e difícil”, diz amigo

Papel do cantor no Queen o fazia ser malvisto por alguns, diz Brian May

Publicado em 5/20/2021
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Membros do Queen, Brian May e Roger Taylor recentemente deram uma entrevista ao podcast Rock This, do Spotify, em que contaram várias histórias da banda. Como não podia deixar de ser, eles também falaram do falecido colega de banda, Freddie Mercury, que segundo May, era visto como “estranho e difícil” por algumas pessoas.

Mas por que Mercury dava essa impressão?

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Segundo May e Taylor, havia uma energia muito competitiva no Queen, principalmente entre eles dois. Mas enquanto Freddie Mercury era externamente visto como o membro irreverente e rebelde da banda, ele geralmente atuava como o pacificador nos bastidores quando o clima começava a esquentar.

“Há muita verdade nisso”, comentou May.

“Roger e eu somos como irmãos. Havia uma espécie de relação de amor e ódio entre a gente, o que eu odeio dizer, mas preciso.”

“Havia sempre a ideia de estarmos puxando em direções opostas em quase tudo.”

Cantor tinha papel crucial na banda

May continuou, falando de como o papel de Freddie Mercury o fazia parecer “mandão” para algumas pessoas: “Freddie muitas vezes dizia: ‘Tudo bem, pessoal, vamos nos resolver. Vamos continuar.’”

“Acho que a partir disso, algumas pessoas viam Freddie como estranho e difícil, mas ele não era.”

“Ele era o cara que resolvia as coisas para que pudéssemos continuar”, concluiu May. Taylor acrescentou: “Sim, ele nos fazia ver o sentido de tudo.”

Freddie Mercury morreu em 1991, aos 45 anos.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio