Atriz clássica de Star Trek morre aos 93 anos

Joanne Linville deu vida a uma comandante romulana no antigo seriado

Publicado em 21/6/2021
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Joanne Linville, que era mais conhecida por interpretar uma comandante romulana na série original de Star Trek, faleceu em 20 de junho em Los Angeles. Ela tinha 93 anos. Linville foi a primeira mulher a interpretar uma romulana na franquia Star Trek.

Ela era um rosto familiar para gerações de audiências de TV, aparecendo em programas como Alfred Hitchcock Apresenta e Além da Imaginação. Junto com sua colega atriz Irene Gilbert, Linville co-fundou a Stella Adler Academy em Los Angeles em 1985, e teve uma carreira de atriz no teatro e na tela que se estendeu de 1950 a 2016, embora a grande maioria de seu trabalho como atriz tenha acontecido antes de 1990.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

O agente de Linville confirmou seu falecimento em um artigo publicado na Variety (via Comic Book). Foi mencionado que ela deixou o ex-marido Mark Rydell, os filhos Amy e Christopher, seus netos, Austen, Ruby e Ginger, e o bisneto Kingston Fisher Lourd Rydell.

“Linville viveu uma vida plena”, disse seu representante em um comunicado.

“Aquela cujo espírito, paixão pela arte e pela vida foi uma inspiração para todos os que tiveram o prazer de conhecê-la.”

Querida estrela do cinema e da TV

A Stella Adler Academy co-fundada por Linville foi uma extensão da Costa Oeste do prestigioso conservatório de atuação fundado pela própria Adler. Seus ex-alunos incluem Nick Nolte, Salma Hayek, Eric Stoltz, Sean Astin, John Cybill Shepherd, Michael Richards, Benicio del Toro e Mark Ruffalo.

Mark A. Altman, diretor da comédia romântica temática de Star Trek, Free Enterprise, tuitou que ficou triste com a morte de Linville, a quem descreveu como “talvez a melhor coisa sobre a terceira temporada de Star Trek”.

Sobre sua personagem, que apareceu no episódio “The Enterprise Incident”, Altman disse: “Ela era comandante não de uma, mas de três naves e guardiã do dispositivo de camuflagem e, por um tempo, do coração do Sr. Spock.”

A comandante romulana interpretada pela atriz é amplamente considerada pelos fãs como uma das melhores vilãs do início de Star Trek.

Além de seus inúmeros papéis memoráveis ​​como atriz convidada na TV ao longo dos anos, Linville manteve uma carreira no cinema que se estendeu de A Deusa de 1958 até 2001, quando ela apareceu como a colunista de fofocas Hedda Hopper contracenando com James Franco em James Dean. Além de Star Trek, suas memoráveis ​​aparições na TV incluíram Dynasty, Barnaby Jones, Gunsmoke e Hawaii Five-0.

Com o co-escritor John Deck, Linville escreveu Seven Steps to an Acting Craft, publicado em 2011, que ainda está em grande circulação nos Estados Unidos dez anos depois.

No Brasil, a série original de Star Trek está agora disponível na Netflix.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio