Documentário investiga se filho de Angelina Jolie foi roubado da mãe biológica

Atriz de Hollywood adotou Maddox por meio de uma agente condenada na justiça

Publicado em 16/7/2021
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

O documentário The Stolen Children vai investigar se Maddox, filho adotivo de Angelina Jolie e Brad Pitt, foi roubado de sua família biológica.

O documentário é de Elizabeth Jacobs. Os pais dela a adotaram no Camboja por meio da mesma agente contratada pela atriz de Tomb Raider, a estadunidense Lauryn Galindo, que foi acusada de lavagem de dinheiro e falsificação de vistos para órfãos no país asiático.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Galindo foi condenada a passar 18 meses na prisão em 2004. Metade das adoções feitas no Camboja entre 1997 e 2001 contaram com envolvimento de Galindo, segundo o ABC News. Ela administrava a companhia Seattle International Adoptions.

Assim como Jacobs, Maddox foi adotado por Angelina Jolie no Camboja em 2002. Ele é natural de uma pequena aldeia no país asiático e foi adotado com sete meses.

Crianças roubadas

Quando Galindo foi condenada, a atriz de Hollywood disse ter pesquisado a fundo para se certificar de que seu filho não tivesse uma mãe biológica viva no Camboja. “Eu nunca roubaria o filho de uma mãe”, disse Jolie na época.

Galindo falou sobre a adoção do filho de Angelina Jolie ao The Sun, ela não acredita que exista alguma irregularidade acerca da adoção de Maddox. “Eles foram muito cuidadosos, especialmente considerando sua mãe famosa”.

A documentarista vai ao Camboja no final de 2021 a fim de investigar as acusações contra Galindo e também para explorar seu próprio passado.

Não há data de estreia marcada para o documentário The Stolen Children.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio