Making a Murderer: Mãe de Steven Avery morre aos 83 anos

Série documental da Netflix acompanha a tentativa de inocentar condenado

Publicado em 9/7/2021
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Dolores Avery, a mãe de Steven Avery de Making a Murderer, morreu aos 83 anos. A advogada Kathleen Zellner, que aparece na série documental da Netflix, confirmou a notícia no Twitter.

“O destino trouxe mais um cruel acontecimento para Steven Avery logo um dia antes do aniversário dele. A mãe dele Dolores morreu. Ela sempre teve palavras gentis para nós. Amava a família dela, esperava pelo dia que Steven fosse libertado, acreditando nele e na inocência dele. O espírito dela e a devoção vão ficar conosco. Steven sabe que ela olha por ele”, escreveu a advogada em 8 de julho.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Em comunicado para o TMZ, o próprio Steven Avery declarou que perder a mãe enquanto está na prisão é “o pior pesadelo” dele.

“Perder meus pais antes de poder sair é meu pior pesadelo. Agora, aconteceu. Não sei se meu pai estará vivo para me ver sair da prisão. Hoje, perdi a pessoa que eu mais me importava e que queria dar uma vida melhor quando saísse”, lamentou Avery.

A causa da morte não foi revelada. Veja abaixo a publicação de Kathleen Zellner.

Making a Murderer segue na Netflix

Making a Murderer tem duas temporadas na Netflix. A série acompanha a tentativa de inocentar Steven Avery.

O homem é acusado de assassinar Teresa Halbach em 2005, quando foi condenado por prisão perpétua. Desde então, Avery mantém a inocência dele e apresenta provas de que o julgamento seria controverso.

Ainda não há uma previsão de uma terceira temporada na Netflix, mas Kathleen Zellner segue trabalhando na causa de Avery.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio