Ex-produtor condenado por abuso responde Angelina Jolie da prisão

Harvey Weinstein nega as acusações

Publicado em 6/9/2021
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Angelina Jolie disse também ter sofrido assédio pelo ex-produtor Harvey Weinstein, que atualmente está preso por estupro no EUA. Ele respondeu as acusações da atriz, negando-as inteiramente.

Jolie disse que o assédio ocorreu enquanto ela gravava Corações Apaixonados, de 1998, que foi produzido por Weinstein.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

“Era além de passar, era algo que tinha que escapar. Eu me afastei e avisei pessoas. Eu lembro de ter contado para Johnny (Lee Miller), meu primeiro marido, que era bom em passar a palavra para outros caras – para não deixar garotas sozinhas com ele. Eu recusei O Aviador porque ele estava envolvido. Eu nunca mais trabalhei com ele de novo. Foi difícil quando Brad trabalhou”, disse Angelina Jolie sobre os bastidores da produção.

Harvey Weinstein responde

Da prisão, Harvey Weinstein emitiu uma declaração ao TMZ, negando as alegações da atriz.

“Nunca houve assédio e nunca houve tentativa de assédio. É completamente falso e publicidade para atrair cliques. Você é a Angelina Jolie, todos os homens e mulheres do mundo, tenho certeza, demonstram interesse em você. O mundo inteiro está te assediando?”, declarou o criminoso.

Angelina Jolie contou na mesma entrevista que teve uma briga com Brad Pitt, com quem era casada na época, quando ele decidiu estrelar Bastardos Inglórios e quando Weinstein produziu O Homem da Máfia, com Pitt.

“Nós brigamos sobre isso. É claro que doeu”, relembrou Angelina Jolie.

Enquanto isso, Angelina Jolie e Brad Pitt continuam a brigar na justiça acerca da guarda dos filhos.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Em Alta

Carregando...

Erro ao carregar conteúdo.

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio