Publicidade

Tristeza

Quem era o ator de Carinha de Anjo que morreu e o que aconteceu

Luiz Carlos Araújo foi encontrado morto em seu apartamento em setembro

Publicado por Alexandre Guglielmelli

05/11/2021 07:00

Carinha de Anjo foi uma das novelas infantis mais bem sucedidas do SBT, e não demorou para conquistar fãs na Netflix. Muitos espectadores não sabem, mas o ator Luiz Carlos Araújo, intérprete do personagem Valter, faleceu em setembro deste ano. Explicamos abaixo tudo que aconteceu, de acordo com informações do site UOL.

A produção é inspirada na novela mexicana Carita de Ángel, que por sua vez, também é um remake de Mundo de Juguete. As duas foram produzidas pela Televisa, e a versão original chegou a ser exibida no Brasil pelo SBT.

A trama de Carinha de Anjo acompanha a história de Dulce Maria, uma menina doce, ingênua, inteligente e alegre de 5 anos de idade. A protagonista diverte a todos com seus comentários e perguntas indiscretas, além de surpreender com suas descobertas.

Na história de Carinha de Anjo, Valter, o personagem de Luiz Carlos Araújo, é o irmão caminhoneiro de Diana, interpretada por Camila Camargo.

A trágica morte de Luís Carlos Araújo

O ator Luiz Carlos Araújo, o Valter de Carinha de Anjo, foi encontrado morto em seu próprio apartamento no dia 11 de setembro de 2021.

No final de setembro, a equipe do delegado Roberto Monteiro, que realizou a investigação após a análise do laudo do IML (Instituto Médico Legal), confirmou que o falecimento foi causado por uma asfixia acidental.

De acordo com os resultados da perícia, divulgados no site Splash, Luiz Carlos Araújo tinha drogas no organismo no momento da morte.

“Não foram observados sinais de constrição cervical externas ou internas, mesmo após dissecção cuidadosa do pescoço”, afirma o laudo.

Luiz Carlos Araújo foi encontrado com um saco preto na cabeça, o que de acordo com a perícia, acabou causando asfixia por confinamento.

“Consta da ocorrência que a vítima foi encontrada com um saco preto na cabeça, prática essa conhecia em Literatura Médica como re-respiração, usada com certa frequência para aliviar a respiração rápida e descontrolada em situações de ansiedade e em muitas práticas de asfixiofilia/parafilias, com o intuito de aumentar o teor de dióxido de carbono e diminuir o teor de oxigênio, variações estas que causam vasodilatação ou vasoconstrição de vasos extra e endocranianos”, constatou o Instituto Médico Legal.

Roberto Monteiro, o delegado responsável pela investigação, também confirmou que o namorado do ator prestou esclarecimentos à Polícia Civil e foi liberado em seguida.

A conclusão do laudo oficial, produzido pelo Instituto Médico Legal e utilizado na investigação, afirma também que a presença de drogas no organismo de Luiz Carlos Araújo influenciou na causa da morte.

“A associação de antidepressivos, cocaína e álcool, com consequente rebaixamento do nível de consciência, associada ao confinamento foram as causas da morte acidental”, conclui o laudo.

O velório de Luiz Carlos Araújo foi realizado no dia 13 de setembro. Devido à pandemia de Covid-19, a cerimônia teve apenas a presença de amigos próximos e familiares.

Além de sua performance como Valter em Carinha de Anjo, o ator era conhecido principalmente por atuações em musicais, como Lisbela e o Prisioneiro, O Primo Basílio e Garota Glamour.

Carinha de Anjo continua disponível no catálogo brasileiro da Netflix.

Publicidade