Mais do que você gosta.

Publicidade

Sincero

Ator se tornou infeliz e antissocial após La Casa de Papel

Astro da Netflix afirma que passou por situações irritantes por causa da fama

Publicado por Bruno Tomé

18/12/2021 11:00

La Casa de Papel revelou novos nomes para o mundo inteiro com o sucesso na Netflix. Mas, um deles tem grande dificuldade em lidar com a fama, inclusive acreditando que piorou depois de toda atenção pública.

Jaime Lorente, o Denver do seriado espanhol, contou ao El País que se sente mais infeliz, antissocial e até rancoroso depois de todo sucesso com La Casa de Papel. A causa para isso seria a falta de privacidade.

Continua depois da publicidade

As primeiras situações constrangedoras começaram nas redes sociais. O ator de La Casa de Papel reduziu bastante o uso quando fãs passaram a enviar imagens com nudez e até com eles se tocando.

“Recebia muitas mensagens privadas e inicialmente até respondia, mas depois comecei a receber imagens de gente nua, se tocando. Eu não tenho nada a ver com isso. E também não tenho que ouvir os meus colegas me dizendo que tenho sorte. Já nem olho mais as mensagens, me irritam”, declarou o ator de La Casa de Papel.

Jaime Lorente vê que a vida se tornou um “caos” após a fama. Outra situação que passou a incomodar o Denver da Netflix foi a de tirar fotos com os fãs, o que o astro foge atualmente.

“Antes, era incapaz de recusar tirar uma fotografia quando me abordavam na rua. Aprendi que devia dizer não, porque quando consentia, sofria. Uma simples foto e passava meia-hora sofrendo. Percebo que estou na sala de muita gente, por vezes na cama, e que acabo sendo familiar para todos, mas se não crio a minha bolha, não sobrevivo. No final das contas, trata-se apenas de uma pessoa que quer respeitar a si mesma”, explicou o ator de Denver.

O famoso de La Casa de Papel não pensa, porém, em reduzir o trabalho por conta disso. Além da série da Netflix, o astro esteve também em El Cid, no Amazon Prime Video.

O erro do Professor que ninguém notou em La Casa de Papel

Com o fim de La Casa de Papel, muitos detalhes da série da Netflix começam a surgir. Um deles é um momento do assalto na Casa da Moeda em que o Professor comete um erro que poderia entregar a identidade dele.

Como os fãs devem lembrar, no assalto na Casa da Moeda, o Professor e a Inspetora Raquel estavam em lados opostos. Como ninguém conhecia a identidade real do líder do bando, Sergio se aproximou da policial para ter vantagens no assalto.

O que ninguém notou é como o Professor flertou em entregar a identidade dele para Raquel desde que a encontrou em um bar. O personagem de La Casa de Papel diz que o nome dele é Salvador Martin.

Se os espectadores pararem para pensar, lembra Salvador Dalí, que inspira as máscaras dos bandidos. Em espanhol, Martin e Dalí, inclusive, tem sonoridade semelhante.

A única desculpa para esse detalhe do Professor é o fato de Salvador ser um nome comum na Espanha. Apesar disso, a referência, agora, se torna um pouco mais clara para os espectadores de La Casa de Papel.

La Casa de Papel está disponível na Netflix.

Publicidade