Mais do que você gosta.

Publicidade

Polêmicas continuam

Caso Johnny Depp: Chefe da DC será testemunha contra Amber Heard

O julgamento por difamação está perto de ter uma conclusão

Publicado por Victor Carvalho

23/05/2022 18:30

De acordo com uma matéria do Deadline, o presidente da DC Filmes, Walter Hamada, será testemunha durante o julgamento por difamação de Johnny Depp e Amber Heard.

O que é curioso é que ele estará do lado de Johnny Depp, não de Amber Heard.

Continua depois da publicidade

As informações dão conta de que o presidente da DC Filmes revelará que Amber Heard não sofreu nenhum tipo de reação negativa dentro da Warner Bros. quanto ao seu papel como Mera, na franquia do Aquaman, por causa de suas batalhas na justiça contra Johnny Depp.

Isso desmente algo que Amber Heard havia dito durante o próprio julgamento por difamação, quando afirmou que teve que “lutar” para continuar escalada como Mera em Aquaman and the Lost Kingdom, a sequência de Aquaman.

Outra pessoa que também será testemunha é Kate Moss, que teve um relacionamento com Johnny Depp há muitos anos.

Durante o julgamento por difamação, Amber Heard havia dado a entender que Johnny Depp também era violento com Kate Moss, mas a declaração da modelo será de que o astro nunca a agrediu.

Durante todos esses anos de polêmicas entre Johnny Depp e Amber Heard, Kate Moss defendeu o ex algumas vezes, apontando que, com base no que conheceu do ator, não acredita que ele poderia ser essa pessoa violenta.

O julgamento por difamação de Johnny Depp e Amber Heard deve continuar por alguns dias até que tenha uma conclusão.

Sobre o autor

Victor Carvalho

Victor Carvalho

Membro do Observatório do Cinema desde 2018, gosto tanto de escrever sobre as coisas que assisto. Nas horas vagas, também encontro algum tempo para ler DC e Marvel, ser terrível nos games e de sofrer torcendo para o Botafogo.

Publicidade