Mais do que você gosta.

Publicidade

Entenda o porquê

Nicolas Cage revela o real motivo para ter mudado de nome

Ator se inspirou em em HQs

Publicado por Karol M.

22/04/2022 11:29

Nicolas Kim Coppola tornou-se conhecido sob o nome de Nicolas Cage e, finalmente, ele revelou o motivo pelo qual mudou seu nome após conseguir um papel no filme Picardias Estudantis, de 1982.

Cage é sobrinho de Francis Ford Coppola, diretor da grandiosa franquia O Poderoso Chefão, e usou o sobrenome da família para alguns de seus primeiros projetos cinematográficos. Até os anos 80.

Em entrevista a Wired, revela que o motivo para mudar seu nome foi porque estava cansado de ter sua imagem sempre associada ao seu tio, o que rendia muitas referências e piadinhas aos filmes de Coppola enquanto tentava trabalhar em seus próprios projetos.

“Mudei meu nome porque estava fazendo um pequeno filme chamado Picardias Estudantis e ainda era Nicolas Coppola, e as pessoas não paravam de dizer coisas como: ‘Adoro o cheiro de Nicolas pela manhã’, por causa de Apocalypse Now, e Robert Duvall dizendo: ‘Adoro o cheiro de napalm pela manhã’, e isso dificultou o trabalho. Então eu disse: ‘Não preciso disso’, e mudei para Cage.”, revela o ator.

Nicolas Cage, um astro

A carreira de Nicolas Cage teve altos e baixos, mas é inegável que o ator é um grande sucesso e, hoje, está estável e envolvido em vários projetos: seu próximo filme, Renfield, trará o astro no papel de Drácula.

Seu projeto mais recente, O Peso do Talento, mostra o auge de sua liberdade artística, misturando ficção e realidade para interpretar um personagem também chamado Nicolas Cage. Grandes nomes como Pedro Pascal, Tiffany Haddish e Neil Patrick Harris também estão no elenco.

Como diz o site Screen Rant, “o ator pode ter nascido um Coppola, mas ele fez um nome lendário para si mesmo sob a bandeira de Nicolas Cage”, e ele próprio parece concordar com isso.

Na mesma entrevista, Nicolas Cage comentou sobre a inspiração para seu novo sobrenome: “É uma combinação de Luke Cage dos quadrinhos da Marvel, que era um personagem que eu gostava, também chamado Power Man, e John Cage, o compositor de vanguarda. Diz muito sobre tudo o que tenho feito desde então”.

Publicidade