Mais do que você gosta.

Publicidade

Sinistro

Paul Walker e os atores que previram suas próprias mortes

Astro de Velozes e Furiosos faleceu em trágico acidente automobilístico

Publicado por Alexandre Guglielmelli

08/03/2022 18:30

A morte de Paul Walker deixou fãs do mundo inteiro enlutados, e mudou para sempre a franquia Velozes e Furiosos. O ator morreu fazendo o que mais gostava: dirigir. Mas o que muitos admiradores não sabem é que o astro “previu” sua própria morte. E pior ainda: ele não foi o único ator de Hollywood a fazer isso.

Vale lembrar que Paul Walker faleceu em 30 de novembro de 2013, após sofrer um grave acidente de carro na região de Santa Clarita, na Califórnia.

Continua depois da publicidade

O ator era conhecido no mundo inteiro por sua performance como Brian O’Conner, um dos protagonistas da franquia Velozes e Furiosos.

O site Grunge listou 7 astros de Hollywood e outros famosos que previram suas próprias mortes; confira abaixo e tire suas próprias conclusões.

Aaliyah

Conhecida por sua promissora carreira musical e por performances em filmes como A Rainha dos Condenados e Romeu Tem Que Morrer, Aaliyah faleceu em um acidente de avião em 2001, quando tinha apenas 21 anos. Segundo o site Newsweek, a cantora morria de medo de voar, especialmente em aviões de pequeno porte. Em uma entrevista ao jornal alemão Die Zeit, publicada um mês antes de sua morte, Aaliyah descreveu um sinistro sonho recorrente, no qual sentia medo, apreensão e depois, alívio – sentimentos relacionados à morte.

“Como eu me sentia? Como se estivesse nadando em pleno ar. Livre. Ninguém poderia me tocar. Um sentimento incrível”, descreveu a cantora.

Oliver Reed

Oliver Reed foi um lendário ator britânico, conhecido principalmente por projetos nos anos 60, como The Trap e Oliver!. O público moderno conhece o astro por seu papel como Proximo em Gladiador. Na verdade, o ator morreu durante a produção do filme, em 1999. 6 anos antes de morrer, Oliver participou do quadro “The Obituary Show”, do programa inglês Without Walls, no qual descreveu sua própria morte.

No episódio em questão, Reed sugere que “morreria de ataque cardíaco, após muitas risadas em uma competição de comedores de repolho”. Em 1999, Reed realmente morreu de ataque cardíaco após beber mais de 8 litros de cerveja em um “desafio irlandês de bebedeira”. A competição foi marcada por muitas risadas – mas sem repolho.

James Dean

Considerado o “bad boy original de Hollywood”, James Dean é um dos atores mais icônicos da história do cinema. Assim como Paul Walker, o astro adorava pilotar carros esportivos. E como o ator de Velozes e Furiosos, Dean faleceu em um trágico acidente automobilístico. O astro morreu em 30 de setembro de 1955, quando dirigia seu Porsche 550 Spyder em Los Angeles. O acidente aconteceu quando o carro de James Dean se chocou contra outro veículo em uma curva perigosa.

Em uma entrevista publicada no mesmo ano de sua morte, Dean discutiu seu hobby automobilístico, e foi perguntado sobre seu hábito de dirigir rápido demais em autoestradas. O ator afirmou (falsamente) que não costumava correr. “É algo perigoso, pois você nunca sabe o que os outros motoristas podem fazer. Tomem cuidado dirigindo! Você pode salvar a minha vida”, comentou o ator.

Paul Walker

A história da morte de Paul Walker é bastante conhecida: o ator faleceu em um trágico acidente de carro enquanto dirigia seu Porsche Carrera GT na região de Valencia, Califórnia. Acompanhado pelo amigo Roger Rodas, Walker corria a 94 quilômetros por hora em uma zona de 45 quilômetros. O ator acabou perdendo o controle do veículo e atingindo um poste de concreto. Mas ele não morreu na hora: o falecimento foi causado pelas lesões do acidente e as graves queimaduras que ocorreram quando o carro pegou fogo.

Uma cena de Velozes e Furiosos 7, vazada 3 dias antes do acidente de Paul Walker. Deixou fãs do mundo inteiro arrepiados. Na sequência, os personagens discutem a morte de um personagem importante. Um deles diz que a equipe não precisa de “mais funerais”. Paul Walker, como Brian O’Conner, responde: “só mais um”. O momento em questão é uma referência ao principal antagonista do filme, mas dada a morte de Paul Walker, ganha contornos bem mais obscuros.

John Candy

Famoso por performances em filmes de comédia, o lendário humorista John Candy participou de alguns dos maiores sucessos dos anos 80 e 90, como Splash: Uma Sereia em Minha Vida, SOS: Tem um Louco no Espaço e Esqueceram de Mim. Mas como muitos comediantes, Candy sofria com vícios. O ator era um grande fã de bebidas e cigarros – além de alguns tipos de drogas.

Segundo o site Reel Reviews, antes de viajar ao México para gravar o longa Dois Contra o Oeste, em 1994, Candy ligou para a amiga de longa data Catherine O’Hara e afirmou sentir um pressentimento terrível. O ator tinha a impressão que algo ruim aconteceria durante a viagem – e estava correto. Em 4 de março de 1994, Candy sofreu um ataque cardíaco enquanto dormia, e faleceu aos 43 anos.

Brandon Lee

Segundo o livro Celebrity Ghosts and Notorious Hauntings, escrito por Marie D. Jones, Brandon Lee, o filho de Bruce Lee sempre acreditou que morreria mais jovem que o pai – que faleceu aos 32 anos. O astro havia concluído que seu avô, o pai de Bruce Lee, tinha sido amaldiçoado por um parceiro de negócios após um empreendimento frustrado, e que todos os seus descendentes morreriam jovens.

Não se sabe se a maldição é real, mas Brandon Lee realmente morreu mais jovem que o pai. O ator faleceu aos 28 anos, após ser atingido por um projétil em um acidente bizarro durante as gravações de O Corvo. A morte do ator é considerada até hoje uma das mais famosas e misteriosas de Hollywood.

Carrie Fisher

Carrie Fisher faleceu em 27 de dezembro de 2016, aos 60 anos. A atriz passou dias no hospital após sofrer uma emergência médica em um voo de Londres a Los Angeles. Fãs do mundo inteiro, especialmente os entusiastas por Star Wars, ficaram desolados. Meses depois, o cantor James Blunt (grande amigo da atriz) contou uma história bastante interessante sobre a eterna Princesa Leia.

Segundo cantor, quando ele estava passando uma temporada na casa de Fisher, a atriz mostrou seu característico humor negro ao colocar um recorte de papelão da Princesa Leia do lado de fora de seu quarto, com sua data de nascimento e uma data aleatória de morte na testa. Blunt não conseguiu se lembrar da data escrita, mas garantiu que era “muito próxima” à data real do falecimento da atriz.

Publicidade