Indicada – e provável vencedora – do Oscar 2015 de Melhor atriz, Julianne Moore (Para Sempre Alice) confessou em entrevista que deixou de acreditar em Deus. Ao Hollywood Reporter, ela disse que a morte de sua mãe em 2009 foi o principal motivo para a descrença.

“Nós não sabemos o motivo de ter acontecido. Ela foi para sua cama e no final das contas tinha uma imensa infecção bacteriana. A ideia que você é o centro de sua própria narrativa e pode controlar sua vida é muito boa. Acredito nisso totalmente”, afirmou.

Após o ocorrido, a atriz diz ter passado a questionar mais suas crenças espirituais.


“Quando minha mãe morreu, há cinco anos, entendi que não existe nada além. Nos impomos uma estrutura. Nos impomos ordem e narrativas para podermos entender as coisas. Ao contrário disso, não existe nada além de caos”, filosofou.

Moore finalizou a entrevista afirmando que encontrou na terapia o apoio que precisava para superar a perda da mãe.

Para Sempre Alice, novo filme da atriz e que lhe rendeu uma indicação ao Oscar, estreia no Brasil em 26 de fevereiro.