Com a saída de Andrew Garfield, que após o acordo fechado entre o Marvel Studios e a Sony Pictures, perdeu o papel de Homem-Aranha, rumores davam conta que dois jovens atores disputavam a vaga para interpretar o heroi no próximo filme.

Segundo a Variety, os atores seriam Logan Lerman (franquia Percy Jackson) e Dylan O’Brien (Maze Runner: Correr ou Morrer).

Mas agora, em entrevista ao BuzzFeed, Dylan O’Brien comentou os rumores de que pode viver o novo Homem-Aranha no cinema e decepcionou os fãs que já esperavam por ele na pele do aracnídeo.


“Profissionalmente, eu não ouvi nada sobre isso. Eu só li rumores na internet. Parece tão estranho dizer [que serei o novo Homem-Aranha], mas também é engraçado. Meus amigos de New Jersey me ligaram e disseram, ‘Por que você não nos disse, cara? Homem-Aranha?!’. Isso me deixa mal, porque sinto que estou decepcionando uma grande parte de fãs em todo o país. Mas posso dizer que [os boatos] não são verdadeiros.”

O ator disse que ainda gostaria de ser considerado para interpretar o herói, apesar de elogiar outro candidato ao papel, Logan Lerman.

“Isso é lisonjeador, mas não é algo do qual vou ficar animado, já que não ouvi nada a respeito do ponto de vista profissional. Eu sempre quis interpretar Peter Parker, óbvio. Sinto que, para qualquer ator da minha idade, isso é grandioso. E ter meu nome cotado junto com Logan Lerman é a coisa mais legal do mundo também. Eu acho esse garoto fantástico. Mas obrigado, internet, por me dar falsas esperanças!”.

Andrew Garfield de 31 anos foi demitido do cargo para dar lugar a um ator mais jovem – já que em seu próximo filme, Peter Parker/Homem-Aranha voltará para o colegial.

Esta será a segunda troca de intérpretes do super-herói. Tobey Maguire viveu o Homem-Aranha na primeira trilogia do personagem, entre os anos 2002 e 2007, e Garfield assumiu o seu lugar em O Espetacular Homem-Aranha (2012) e na sequência, lançada ano passado.

Tal franquia, por sinal, está definitivamente cancelada e o diretor Marc Webb não retomará seu cargo na próxima aventura do Cabeça de Teia. Já os produtores Avi Arad e Matt Tolmach vão continuar, mas como produtores executivos, sem direitos de influenciar os rumos criativos do longa-metragem.

O Homem-Aranha ganha um novo filme solo em 28 de julho de 2017, co-produzido por Kevin Feige (chefão do Marvel Studios) e Amy Pascal (produtora da Sony), mas antes deve fazer participação em Capitão América: Guerra Civil – o pontapé inicial para a inclusão do herói no time dos Vingadores.

A Sony continuará detendo os direitos sob o personagem e terá a palavra final em qualquer decisão sobre o futuro do Homem-Aranha nos cinemas. Nos anos 90, a editora Marvel que detinha os direitos, mas vendeu para a Sony em 1999.

Além da parceria com a Marvel, a Sony pretende dar continuidade com seu universo aracnídeo. No momento, o estúdio desenvolve três projetos derivados: O Sexteto Sinistro, longa centrado no grupo de vilões do Homem-Aranha; um filme solo do simbionte Venom e um longa focado em heroínas do universo do herói.