Após boatos que o ator Jamie Dornan, protagonista do filme Cinquenta Tons de Cinza, havia desistido de interpretar o Sr. Grey, personagem que por sinal é um dos mais polêmicos desse ano, o mesmo acabou falando sobre o assunto após ter sido confirmado que ele fechou um contrato de 4 milhões de libras esterlinas (em torno de 20 milhões de reais), para gravar a continuação que deve ter o nome de Cinquenta Tons Mais Escuros.

“Jamie assinou o acordo e ele está emocionado. O dinheiro em oferta era muito bom. Ele tem estado muito preocupado com o fato de que ele vai ficar estigmatizado como Christian Grey e isso vai trazer danos às suas ambições de carreira a longo prazo. Por isso, ele estava prestes a ir embora e deixar tudo para trás. Então os chefes da franquia do filme voltaram com essa oferta de deixar o queixo caído “, disse um representante de sua equipe.

Conforme foi informado pelo site Mirror, Jamie não continuaria protagonizando os próximos filmes da franquia devido a sua esposa Amelia Warner não ter ficado satisfeita com as cenas sensuais com Dakota Johnson, mas os boatos foram desmentidos.


“Amelia não tem nenhum problema com o filme, de forma alguma, mas Jamie está com vergonha de deixá-la ver as cenas mais picantes “, disse o representante.

O longa que não deverá contar mais com a diretora Sam Taylor-Johnson (devido a problemas com a escritora E.L. James), ainda não tem data prevista para chegar aos cinemas.