A comédia de espionagem A Espiã que Sabia de Menos (Spy) estreou no topo das bilheterias norte-americanas neste fim de semana.

O longa, que reúne a comediante Melissa McCarthy com o diretor Paul Feig após As Bem-Armadas (os dois também vão trabalhar juntos no reboot da franquia Os Caça-Fantasmas), faturou US$ 30 milhões, pouco menos da metade do seu orçamento de US$ 65 milhões, tirando a liderança de Terremoto: A Falha de San Andreas.

O filme-catástrofe com Dwayne Johnson caiu para o segundo lugar com US$ 26,4 milhões, elevando seu faturamento total nos EUA para US$ 99 milhões.


Sobrenatural: A Origem (Insidious: Chapter 3) ficou em terceiro lugar com US$ 23 milhões. Uma estreia lucrativa para a nova sequência da franquia de terror, que custou apenas US$ 10 milhões para ser produzida, mas que teve abertura inferior ao segundo filme (US$ 40,2 milhões).

Outro lançamento da semana, a versão cinematográfica da série Entourage apareceu em quarto lugar com US$ 10,4 milhões, arrecadando menos que os US$ 20 milhões esperados pelo estúdio. A chuva de críticas ao filme pode ter prejudicado sua performance nas bilheterias.

Mad Max: Estrada da Fúria fechou o top 5 das bilheterias americanas com US$ 8 milhões. O quarto filme da franquia pós-apocalíptica já tem US$ 130,8 milhões apenas nos EUA e passou de US$ 300 milhões no mundo.