Os dinossauros voltaram a dominar a Terra, ou melhor, as bilheterias neste fim de semana. Jurassic World: O Mundo dos Dinossauros estreou no topo das bilheterias norte-americanas, fazendo impressionantes US$ 204,6 milhões de sexta (12) a domingo (14) e superando todas as expectativas.

O filme conquistou a segunda maior abertura de todos os tempos – apenas atrás dos US$ 207,4 milhões de Os Vingadores (2012) – e a maior do ano nos EUA, ultrapassando Vingadores: Era de Ultron (US$ 191,3 milhões). Na sexta-feira, o novo Jurassic Park já havia batido o recorde de terceira melhor estreia da história, com US$ 82,8 milhões.

Jurassic World: O Mundo dos Dinossauros também bateu outro recorde, somando US$ 511,8 milhões pelo mundo, se tornando o primeiro filme a quebrar a barreira de US$ 500 milhões em um único fim de semana.


Dirigido por Colin Trevorrow, o longa entrou em cartaz no Brasil no último dia 11.

Velociraptors domáveis no trailer final do filme

A Espiã que Sabia de Menos caiu do primeiro para o segundo lugar, faturando mais US$ 16 milhões. A comédia de espionagem que reúne a comediante Melissa McCarthy com o diretor Paul Feig após As Bem-Armadas (os dois também vão trabalhar juntos no reboot da franquia Os Caça-Fantasmas), juntou US$ 57 milhões em duas semanas.

Terremoto: A Falha de San Andreas também desceu uma posição e apareceu em terceiro lugar, fazendo mais US$ 11 milhões. O filme-catástrofe com Dwayne Johnson tem um faturamento total de US$ 119,3 milhões nos EUA.

Sobrenatural: A Origem (Insidious: Chapter 3) conseguiu o quarto lugar com US$ 7,3 milhões. A nova sequência da franquia de terror, que custou apenas US$ 10 milhões para ser produzida, acumulou US$ 37,4 milhões em duas semanas.

A Escolha Perfeita 2 fechou o top 5 das bilheterias americanas com US$ 6 milhões, elevando o montante da comédia musical para US$ 170,7 milhões.