Fez sua estreia, em 23 de julho, o documentário Campo de Jogo, que mostra um campeonato de futebol disputado por 14 times das comunidades do Rio de Janeiro. Esse campeonato também é conhecido como a “liga das favelas” e o campo onde as partidas são realizadas é bem próximo ao estádio do Maracanã, palco de duas finais de Copa do Mundo (em 1950 e 2014).

O filme conta, de uma forma poética e envolvente, a relação existente entre os protagonista de um jogo de futebol: campo, bola, jogadores e torcidas. E sem que seja necessário estar em um “estádio padrão FIFA”, sem interferência de patrocinadores e sem craques “self-selfies”. O filme vem recebendo boas críticas e foi indicado ao prêmio de melhor documentário no Festival Internacional de Cinema de San Francisco (EUA).

Um dos astros do filme está por detrás da câmera: o diretor Eryk Rocha, filho de ninguém menos que o cineasta brasileiro Glauber Rocha, vencedor do prêmio da crítica e de melhor diretor do Festival Cannes por, respectivamente, Terra em Transe (1967) e O Dragão da Maldade Contra o Santo Guerreiro (1968); e da também cineasta e vídeo-artista colombiana Paula Gaitán (Exilados do Vulcão, 2013).


Eryk iniciou sua carreira de diretor em 2002 com Rocha Que Voa, um documentário sobre seu pai, que conquistou no Festival Internacional do Novo Cinema Latimo-Americano realizado em Havana (Cuba) o Prêmio Saul Yélin (premiação dada pelo comitê de cineastas do festival). Também já foi indicado no Festival de Cannes à Palma de Ouro para curtas-metragens por Quimera (2004), que conta uma história, no gênero Realismo Fantástico, de um homem, um gato e um estranho animal. Em 2010, fez sua estreia em ficção com o filme Transeunte, que ganhou o Prêmio do Público no Festival de Cinema Latino-Americano realizado em São Paulo; e, para o intérprete principal, Fernando Bezerra, o prêmio de melhor ator no Festival de Cinema Brasileiro de Brasília e da Associação Paulista dos Críticos de Arte. Dá pra ver que Eryk puxou mesmo os pais.

Em tempos de crise – e até mesmo de decadência – no futebol brasileiro pós goleada de 7 x 1 imposta pela Alemanha na Copa do Mundo, desclassificação da Copa América pelo Paraguai, ter Marco Polo Del Nero como presidente da CBF, Dunga como técnico da Seleção Brasileira, Neymar como capitão do time e de prisão de dirigentes da FIFA por corrupção pelo FBI, um filme que resgate a alma, o amor, a inocência e a magia do belo esporte bretão praticado pelo povo do Brasil é sempre bem-vindo.

Veja o trailer oficial: