O estúdio ainda não deu sinal verde para No Limite do Amanhã 2, mas Tom Cruise já está falando sobre a continuação do filme de ação de 2014. Em entrevista à MTV, o astro diz ter ideias para a nova história.

“Eu conversei com Christopher [McQuarrie, roteirista e que dirigiu Cruise no vindouro Missão Impossível 5] e Doug [Liman, diretor]. Nós reunimos em uma noite e eu disse que tinha uma ideia para o filme”, declarou.

Tom Cruise também planeja o retorno de Emily Blunt, a protagonista feminina de No Limite do Amanhã.


“[O segundo filme] Pode ser muito divertido. Já contactei Emily. Eu estava tipo, ‘Emily, por favor’. Mas ela respondeu, ‘Me dê mais um ano, por favor’”.

No longa futurista, baseado no mangá de Hiroshi Sakurazaka – este com sequência já confirmada – o grupo alienígena Mimics atinge a Terra com um implacável ataque, deixando grandes cidades em escombros e milhões de vítimas humanas em seu rastro. Nenhum exército no mundo se iguala à velocidade, brutalidade ou presciência dos guerreiros armados Mimic ou de seus comandantes telepáticos. Mas agora os exércitos do mundo uniram forças para uma última posição ofensiva contra a horda alienígena, sem segundas chances.

O tenente-coronel Bill Cage (Tom Cruise) é um oficial que nunca viu um dia de combate quando é descaradamente rebaixado e depois escalado – destreinado e mal equipado – para o que equivale a pouco mais do que uma missão suicida. Cage é morto em alguns minutos, tentando levar um Alpha com ele. Mas, incrivelmente, ele desperta e volta ao início do mesmo dia infernal, e é forçado a lutar e morrer de novo… e de novo. O contato físico direto com o alienígena o jogou em um túnel do tempo, condenando-o a viver o mesmo combate brutal sem parar. Mas a cada passagem, Cage se torna mais resistente, mais inteligente e capaz de envolver os Mimics com uma habilidade cada vez maior, ao lado da guerreira das Forças Especiais Rita Vrataski (Emily Blunt), que destruiu mais Mimics do que qualquer pessoa na Terra. Assim que Cage e Rita assumem a luta contra os alienígenas, cada batalha repetida se torna uma oportunidade de encontrar a chave para aniquilar os invasores e salvar o planeta.

O filme arrecadou US$ 369 milhões para seu orçamento de US$ 178 milhões.