Ryan Reynolds prometeu que não vai mais fazer nenhum papel de super-herói no cinema depois de Deadpool. Familiarizado com adaptações de quadrinhos, ele já apareceu em Blade: Trinity, Lanterna Verde, e agora recebe outra chance de atuar no gênero com o filme solo de Deadpool, após ter vivido o herói no problemático X-Men Origens: Wolverine.

“Eu não tenho vontade de fazer nenhum outro super-herói depois desse”, disse ele ao Huffington Post. “A gente espera conseguir fazer outro Deadpool, embora ele esteja classificado como R-Rated (não indicado para menores de 17 anos, sem a companhia dos pais). Os fãs têm que mostrar seu apoio, e eles têm que fazer valer a pena para o estúdio fazer outro. Eu já fiz papéis de super-herói algumas vezes, e pra mim foi o suficiente”, concluiu.

Mercenário e atriz brasileira estão nas novas imagens do filme


No longa-metragem, Ryan Reynolds volta ao papel do anti-herói, já vivido por ele em X-Men Origens: Wolverine. A brasileira Morena Baccarin (Copycat), T.J. Miller (Fuinha), Gina Carano (Angel Dust), Brianna Hildebrand (Negasonic Teenage Warhead), Ed Skrein (Ajax) e Andre Tricoteux (Colossus) completam o elenco.

O roteiro foi escrito por Rhett Reese e Paul Wernick, dupla de Zumbilândia. A direção ficou a cargo de Tim Miller.

Proibido para menores de 17 anos, Deadpool estreia nos cinemas em 12 de fevereiro de 2016.