Após o fracasso de bilheteria do filme Super Mario Bros. (1993), a Nintendo decidiu manter seus personagens no mundo dos videogames e não apostar mais em adaptações ao cinema. A situação pode mudar de figura nos próximos anos.

Em entrevista à Fortune, o produtor e designer de jogos Shigeru Miyamoto, responsável por bem sucedidas franquias como Mario, Donkey Kong e The Legend of Zelda, disse que a companhia está reconsiderando voltar a produzir filmes baseados em seus games.

“Ao olharmos de forma mais ampla no papel da Nintendo como uma empresa de entretenimento, começamos a pensar mais e mais como filmes se encaixam nisso – e provavelmente vamos considerar [fazê-los] no futuro”, revelou.


Miyamoto também confessou que oportunidades já surgiram ao longo dos anos, mas segundo o produtor ainda não era o momento certo de voltar ao mundo do cinema.

“Nós tivemos ao longo dos anos várias pessoas que vieram até a gente perguntando, ‘Por que não fazemos um filme juntos – ou nós fazemos o filme, você o jogo, e lançamos os dois ao mesmo tempo?’. Games e filmes parecem mídias similares, então a expectativa natural das pessoas é de nós transformarmos nossos jogos em filmes. Eu sempre senti os videogames como uma mídia interativa, e cinema como uma mídia passiva, ou seja, os dois são bem diferentes”, concluiu.

Recentemente, alguns personagens da Nintendo, como Mario, Duck Hunt e Donkey Kong, voltaram aos cinemas em Pixels, filme sobre a invasão dos games no mundo real – leia a nossa crítica. Mario Bros. apareceria em uma cena pós-créditos, mas a sequência foi cortada do longa.