Blade Runner 2 | Diretor diz ter “medo profundo” de comandar o filme

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Durante sua passagem pelo Festival de Toronto para promover o filme Sicario, o diretor Denis Villeneuve também foi questionado sobre a continuação de Blade Runner que vai assumir em 2016.

Ele confirmou o início das filmagens para a metade do próximo ano e reforçou o envolvimento de Harrison Ford no filme.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

“Para ser bem sincero, Harrison fazia parte do projeto antes de eu chegar. Ele está ligado ao projeto desde o começo ao lado de Ridley [Scott, diretor do original]. Eu conheci ele e, honestamente, é um dos seres humanos mais legais que já conheci e um dos meus atores favoritos. Então, é muita pressão para mim”, reconheceu.

Por falar nisso, Villeneuve confessou que ficou apreensivo ao aceitar o convite para comandar Blade Runner 2.

“Foi mais do que nervosismo, fiquei com um medo profundo. Quando eu ouvi que Ridley Scott queria fazer outro filme de Blade Runner, minha reação inicial foi pensar que seria fantástico, mas que também poderia ser uma má ideia, porque eu estou entre os fãs mais fiéis de Blade Runner. É um dos meus filmes favoritos, que está ligado ao meu amor e paixão pelo cinema”.

O diretor continua, revelando que a princípio hesitou em dirigir o filme, mas que seu roteiro lhe deu a confiança necessária para seguir em frente.

“Para mim, [Blade Runner] é como um monumento. Então, o dia que eu percebi que eles colocariam o roteiro de um novo projeto de Blade Runner na minha frente, fiquei muito comovido e honrado. Mas eu só aceitei [comandar a sequência] porque achei que Hampton Fancher [roteirista do original], Ridely Scott e Michael Green fizeram um trabalho fantástico no roteiro. É um roteiro muito poderoso. Por isso senti que era a coisa certa para mim, e também tive a benção de Ridley Scott. Mas eu hesitei pra caramba. Levou muito tempo para eu dizer sim, e não porque eu não acreditava no filme, mas porque eu pensava, ‘Quem sou eu para me atrever a tocar nisso?’. E ao mesmo tempo tinha uma parte de mim que dizia, ‘Sou um fã incondicional e não vou estragar as coisas’”.

Denis Villeneuve comentou ainda o tom do segundo Blade Runner. Tudo indica que não será exatamente uma continuação do primeiro filme:

“O filme será independente e ao mesmo tempo terá alguma ligação [com o original], mas eu não posso dizer muita coisa. Só posso dizer que eu fui criado com a versão original, a versão que Ridley não gosta. Esse foi o Blade Runner do qual fui apresentado e que amei durante anos. Então, entre todas as diferentes versões, é a primeira e a última que mais me inspiraram”.

Segundo as últimas informações, o novo Blade Runner deve ter três atos e a história vai centrar em torno das buscas por Rick Deckard, personagem de Harrison Ford, que pode aparecer só no último ato.

Não há previsão de lançamento.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio