Durante a pré-estreia do drama gay Freeheld em Nova York, as atrizes Julianne Moore e Ellen Page, que vivem um casal lésbico na trama, falaram sobre a comovente luta por reconhecimento de suas personagens, inspirada na história real de Laurel Hester (Moore) e Stacie Andree (Page).

“Eu achei a história de Laurel e Stacie incrivelmente tocante”, disse Julianne Moore em entrevista à Variety. “Elas apenas queriam ser tratadas da mesma forma que as outras pessoas. A história delas mostra que amor é amor. Todo relacionamento é um relacionamento válido. Espero que nosso filme mostre que, independente da sexualidade da pessoa, ela não é diferente de ninguém. Laurel e Stacie queriam uma casa, queria uma família, um cachorro, coisas da vida que todo mundo quer”.

Por sua vez, Ellen Page, homossexual assumida, definiu o filme como “inspirador” e aproveitou para levantar a bandeira contra o preconceito.


“Elas são inspiradoras, elas defenderam [uma causa]. Elas não estavam sendo tratadas de forma igual e então fizeram algo a respeito disso. Isso inspirou minha vida, e foi uma das razões pelas quais eu quis contar a história delas. Nós ainda podemos fazer a mudança hoje. Ainda existe preconceito, e a única maneira de progredirmos é falar sobre isso e fazer alguma coisa a respeito”.

Page diz que filme a inspirou a sair do armário

Adaptada do documentário vencedor do Oscar em 2008, a trama acompanha a mecânica de New Jersey Stacie Andree (Page) e sua namorada, a detetive policial Lauren Hester (Moore), que batalham para conseguir os benefícios da pensão de Hester, após esta contrair uma doença terminal. O casal passou as últimas semanas de Hester lutando por uma apelação, causa ganha pouco antes da morte de Lauren em 2006.

Miley Cyrus embala novo trailer do drama gay

Steve Carell, Michael Shannon, Luke Grimes e Josh Charles completam o elenco.

Com direção de Peter Sollett (Uma Noite de Amor e Música), Freeheld estreia nos EUA em 2 de outubro.