Maze Runner 2 quase virou filme de terror para maiores, revela diretor

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

O diretor Wes Ball, admirador de filmes de terror e de sobrevivência como Extermínio e Eu Sou a Lenda, disse ter se inspirado em elementos destes filmes para Maze Runner: Prova de Fogo, a continuação de Maze Runner: Correr ou Morrer.

“Ainda é um filme de aventura, mas tem algumas sequências de ação que quase se tornaram cenas de horror”, contou em entrevista ao Hollywood Reporter. “[Maze Runner 2] Não é apenas uma repetição do primeiro filme. O terror foi um novo e divertido gênero [que apresentei] para esses personagens”, acrescentou, revelando que, por conta dessa natureza da franquia, Prova de Fogo quase pegou a alta classificação R-rating (proibido para menores desacompanhados de 17 anos).

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Durante a pré-estreia do filme em Nova York, o protagonista Dylan O’Brien (Thomas) reforçou o clima sombrio da sequência de Maze Runner. “É mais assustador do que o primeiro. O segundo ato é como se fosse um filme de terror”, disse o ator.

Crítica | Maze Runner: Prova de Fogo

Neste segundo filme, após escapar do labirinto, Thomas e os garotos que o acompanharam em sua fuga da Clareira precisam agora lidar com uma realidade bem diferente: a superfície da Terra foi queimada pelo sol e eles precisam lidar com criaturas disformes chamadas Cranks, que desejam devorá-los vivos.

Atores falam sobre o filme em coletiva no Brasil

Maze Runner: Prova de Fogo ganha novos trailers dublado e legendado

Veja os melhores papeis do astro de Maze Runner

Maze Runner 3 vai se passar um ano depois do segundo filme

A direção é novamente de Wes Ball, que comandou o primeiro filme da série.

Maze Runner: Prova de Fogo chega aos cinemas brasileiros em 17 de setembro.

Tudo sobre: Maze Runner 2

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio