A autora Stephenie Meyer surpreendeu o público ao lançar uma edição especial de Crepúsculo que troca os gêneros de seus protagonistas.

Intitulado Life and Death: Twilight Reimagined, o novo romance com 442 páginas transformou Bella Swan em um garoto chamado Beau (apelido para Beaufort) e Edward Cullen na vampira Edythe. A versão comemora o aniversário de 10 anos de lançamento da saga literária.

Em entrevista ao EW, Meyer explica que decidiu fazer a mudança de gêneros para mostrar que Bella na verdade não é a “donzela em perigo” como muitos críticos a classificaram. Segundo a autora, Bella – agora Beau – é apenas um “ser humano normal cercado de todos os lados por pessoas que basicamente são super-heróis e supervilões”.


Life and Death: Twilight Reimagined já está disponível nas lojas dos EUA e na versão digital.

Além desta obra, Stephenie Meyer está preparando Midnight Sun, reimaginação do primeiro livro de Crepúsculo, contado sob a perspectiva de Edward.

Publicado em 2005, o primeiro volume da série Crepúsculo se tornou best-seller do New York Times e em 2008 deu origem a uma franquia cinematográfica estrelada por Robert Pattinson e Kristen Stewart. Os livros da saga venderam mais de 100 milhões de cópias pelo mundo.

Kristen Stewart disse que toparia participar de um reboot da franquia. Questionada pelo site Uproxx sobre retornar para um possível recomeço de Crepúsculo.

“Eu estive genuinamente e profundamente ligada à franquia, e não era como se fosse uma obrigação. É difícil comentar um período de cinco anos da sua vida, mas eu adorei participar dos filmes. Mas isso não significa que gostaria de continuar fazendo as sequências sem parar. Mas com outras pessoas [estrelando]? Sim, claro. Para ser honesta com você, eu estaria interessada sim”.

Lançada em 2008 com Crepúsculo, a cinessérie amada e odiada por muitos depois gerou quatro sequências – Lua Nova, Eclipse e Amanhecer: Partes I e II – sendo encerrada em 2012.