Robert Zemeckis, diretor e cocriador da clássica trilogia De Volta Para o Futuro, revelou em entrevista ao Digital Spy que a Universal constantemente pede para o cineasta fazer um reboot da franquia.

“Estamos deixando eles insanos por não querermos fazer outro De Volta Para o Futuro, disse Zemeckis, acrescentando que ele e o cocriador da franquia, Bob Gale, “não vão deixar uma sequência ou remake acontecerem enquanto estiverem vivos”.

“É como se fosse um título pré-vendido para eles – dizem que [um novo filme] teria uma abertura gigantesca nas bilheterias. Isso é só com o que eles se importam”, alfinetou. “Mas está tudo ótimo. Bob Gale é uma espécie de guardião da integridade da franquia, então ele policia todo nosso material”, acrescentou.


Zemeckis ainda pediu para os fãs ficarem despreocupados, porque “não haverá outro De Volta Para o Futuro, então ninguém tem com o que se preocupar. Nós controlamos esses personagens e não tenho nenhuma intenção de deixar ninguém refazer os filmes”, reforçou.

Recentemente Christopher Lloyd reprisou o papel de Doc Brown em um curta para o lançamento da edição de 30 anos da franquia (veja aqui). No entanto, Robert Zemeckis e Bob Gale precisaram aprovar a nova aparição do personagem.

O curta será apenas um de alguns extras inéditas da edição Back to the Future: 30th Anniversary Trilogy, que chegará às lojas americanas em 21 de outubro, mesmo dia em que os personagens Marty McFly e Doc Brown viajaram para o futuro no segundo filme.

A Universal Pictures também relançará os três filmes (1985, 1989 e 1990) nos cinemas. Não há mais informações sobre as novas versões, nem se elas chegarão às salas de outros lugares do mundo.

Skate voador do filme De Volta Para o Futuro vira realidade

Além do relançamento da trilogia, De Volta para o Futuro também virou tema de documentário, Back in Time, que analisa e explora o legado dos clássicos filmes – assista aqui ao trailer.