Divertida Mente | Diretor responde teoria de fãs sobre as emoções de Riley

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Segundo uma teoria de fãs da Pixar, as emoções que controlam Riley, a garotinha de Divertida Mente, tem disparidade de gêneros, ao contrário das emoções da mãe – todas femininas – e do pai – todas masculinas.

A teoria ainda explica que algumas emoções de Riley – Alegria, Medo, Tristeza, Raiva e Nojinho – são femininas e outras masculinas porque a garota de 11 anos ainda não identificou sua sexualidade ainda. Embora seja uma ideia interessante, o diretor Pete Docter derrubou essa toeoria.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

“Eu adoraria ter alguma resposta filosófica e profunda para você, mas a resposta é que se trata de uma comédia”, disse o cineasta em entrevista ao HitFix.

Leia a crítica do filme

De qualquer forma, a questão sobre a sexualidade de Riley será esclarecida no curta Riley’s First Date, sobre seu primeiro amor – e por um garoto.

O curta se passa um ano após os eventos de Divertida Mente, após Riley e sua família terem se estabelecido em San Francisco. Na trama, Riley, agora com 12 anos de idade, é uma estudante do ensino médio e está começando a atrair a atenção dos garotos – veja clipes e fotos.

Diane Lane e Kyle MacLachlan dublam novamente os pais de Riley; Kaitlyn Dias também volta a emprestar sua voz para a garota, assim como os intérpretes das emoções de Riley.

Riley’s First Date estará disponível como material extra no DVD e Blu-ray de Divertida Mente, que será lançado em 3 de novembro nos EUA.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio