As negociações de Joe Wright para dirigir Emperor, épico sobre Júlio César, azedaram após o fracasso de Peter Pan.

Segundo fontes do site The Wrap, o cineasta iniciou as negociações com a Lionsgate no início do mês, enquanto estava em Los Angeles promovendo Peter Pan, mas depois da fria recepção do filme nas bilheterias, o estúdio encerrou as conversas com Wright “abruptamente”.

A Lionsgate se recusou a comentar as informações, enquanto um representante de Joe Wright alega que as notícias são “categoricamente falsas”.


Peter Pan pode custar um prejuízo de US$ 130 milhões a US$ 150 milhões para a Warner Bros, segundo o Hollywood Reporter.

Estrelada por Hugh Jackman, a nova versão live-action da fábula de J.M. Barrie fez apenas US$ 15,3 milhões em seu primeiro fim de semana nos EUA e mais US$ 20,4 milhões em 54 mercados interncionais, números bem distantes do orçamento de US$ 150 milhões – sem contar os gastos de US$ 125 milhões com marketing, o que eleva o total para US$ 275 milhões.

De acordo com estimativas da publicação, o filme deve terminar com uma arrecadação final de US$ 135 milhões.

Crítica 1 | Crítica 2

Peter Pan chegou ao Brasil no dia 8 de outubro com cópias 3D, 2D e IMAX.