O elenco de Maze Runner 2: Prova de Fogo está sendo acusado de ter furtado artefatos nativo americanos durante as filmagens do longa no Novo México. O estúdio já iniciou investigações com as autoridades locais para averiguar o caso.

“A Twentieth Century Fox e a equipe de produção de Prova de Fogo levam essa questão muito a sério e estamos conduzindo uma investigação completa sobre o assunto”, disse o estúdio em comunicado. “Se quaisquer tipo de artefatos foram extraviados ou removidos do local, vamos fazer de tudo para garantir que eles sejam restaurados”.

As acusações começaram após o próprio astro da franquia, Dylan O’Brien, ter declarado em entrevista ao programa Live with Kelly and Michael que seus colegas de elenco levaram objetos do set.


“Eles fizeram um grande discurso quando chegamos lá para as filmagens e disseram, ‘Não levem nada. Respeitem as terras’. Eles foram muito rigorosos quanto a isso, para não pegarmos nada, como pedras, caveiras, e coisas do tipo. Mas todo mundo acabou pegando alguma coisa, obviamente”, disse ele.

Uma petição online exigindo a retratação de elenco e equipe de Maze Runner 2 já reuniu mais de 43 mil assinaturas.

Crítica | Maze Runner: Prova de Fogo

Veja nosso especial do filme

Neste segundo filme, após escapar do labirinto, Thomas e os garotos que o acompanharam em sua fuga da Clareira precisam agora lidar com uma realidade bem diferente: a superfície da Terra foi queimada pelo sol e eles precisam lidar com criaturas disformes chamadas Cranks, que desejam devorá-los vivos.

Novo Maze Runner quase virou filme de terror para maiores, revela diretor

A direção é novamente de Wes Ball, que comandou o primeiro filme da série.

Maze Runner 3 terá a volta do diretor da franquia

Tudo sobre: Maze Runner 2