A Marvel está procurando um diretor afro-americano para comandar o filme solo do Pantera Negra, mas Anthony Mackie, o Falcão nos filmes do estúdio, não acredita que a raça do cineasta seja relevante.

“Eu não acredito que isso seja importante”, disse o ator em entrevista ao Daily Beast. “Eu acho que a etnia do diretor não tem nada a ver com a sua habilidade de contar uma história. Uma mulher também podem dirigir o filme – dois dos meus melhores trabalhos foram dirigidos por mulheres. Então isso é relativo. Que o melhor homem – ou mulher – vença”.

Mackie continuou: “O trabalho do diretor é contar a história e fazer justiça à ela. Eles não colocaram um cavalo para dirigir [o filme] Seabiscuit”, concluiu o ator sobre a relevância da cor do diretor para o sucesso de um filme.


Ryan Coogler, do vindouro Creed: Nascido para Lutar (derivado da franquia Rocky), está em negociações para dirigir Pantera Negra após Ava DuVernay (Selma) ter recusado a direção e F. Gary Gray (Straight Outta Compton – A História do N.W.A.) ter deixado de ser um candidato após fechar contrato para dirigir Velozes e Furiosos 8.

Chadwick Boseman viverá o protagonista T’Challa/Pantera Negra. O filme será escrito por Joe Robert Cole; relativamente novo no meio, o roteirista escreveu episódios de American Crime Story e também será o responsável pelo script de Inumanos, outra vindoura adaptação de HQ da Marvel.

O filme do Pantera Negra chegará aos cinemas em 6 de julho de 2018. Mas antes o herói será introduzido em Capitão América 3: Guerra Civil.