A Fox confirmou (via ComicBook) que não cedeu os direitos da franquia Quarteto Fantástico para a Marvel, desmentindo os rumores de que a editora planejava um novo reboot para 2020.

O estúdio recentemente fechou acordo com a Marvel para a produção de duas novas séries de TV baseadas no universo X-Men e, segundo o site Den of Geek, Quarteto Fantástico foi usado como espécie de moeda de troca, mas a Fox nega a informação e disse que continuará tendo o controle da família de super-heróis.

No entanto, a Fox não se pronunciou sobre seus planos para a franquia após o fracasso do novo filme nas bilheterias.


Recentemente saíram os números finais da bilheteria doméstica de Quarteto Fantástico, que comprovam o real fracasso do reboot da franquia. O filme fez apenas US$ 56 milhões nos EUA, menos da metade da arrecadação do longa original de 2005 (US$ 154,6 milhões). Com os US$ 108,8 milhões do mercado internacional, o novo Quarteto Fantástico tem uma bilheteria total de US$ 164,8 milhões, também bem inferior ao acumulado pelo filme anterior (US$ 330,5 milhões).

Em entrevista, o roteirista/produtor Simon Kinberg admitiu que este “foi um filme difícil de se fazer” – leia aqui.

Atriz tira sarro do fracasso do filme

No reboot, quatro jovens desajustados são teleportados para um universo alternativo e perigoso, o qual altera sua forma física em maneiras inesperadas. Suas vidas sofrem uma mudança sem volta e o time precisa aprender a aproveitar suas novas habilidades e trabalhar juntos para salvar o planeta de seu antigo amigo que se tornou inimigo.

Leia a nossa crítica de Quarteto Fantástico

Formam o elenco: Jamie Bell como Ben Grimm/Coisa, Kate Mara como Susan Storm/Mulher Invisível, Michael B. Jordan como Johnny Storm/Tocha Humana, Miles Teller como Reed Richards/Senhor Fantástico e Toby Kebbell como o vilão Victor Domashev/Doutor Destino.

Cena cortada mostraria o Coisa contra rebeldes chechenos

Tudo sobre: Quarteto Fantástico